Geral

Viverá piloto em Amor de Mãe | De volta ao Brasil, Letícia Lima diz como lida com depressão

Viverá piloto em Amor de Mãe | De volta ao Brasil, Letícia Lima diz como lida com depressão

Letícia Lima sofre de dois problemas comuns ao nosso tempo: depressão e crise de ansiedade. Em conversa com UOL, a artista, que viverá a piloto de avião Estela, em Amor de Mãe, próxima novela das 21h da Globo, disse estar sob controle após uso de medicamentos e anos de terapia.

"Tenho depressão e sofro de ansiedade. São sempre muito associadas e não são. Quando durmo muitas horas por dia já é um sintoma da depressão e preciso prestar atenção. E, quando estou com muita insônia, sei que a ansiedade bateu. Faço terapia e uso de medicação", conta.

Mesmo vivendo uma fase boa profissional e de bem consigo mesma, a atriz disse ficar sempre atenta a sinais psicológicos que demonstram uma possível recaída. "É difícil identificar o gatilho. Mas, quando não tenho vontade de levantar da cama, já é um sinal. O ideal é sempre buscar ajuda", aconselha.

Antes de começar as gravações da trama de Manuela Dias, Letícia estava passando uma temporada de quatro meses de estudos em Los Angeles, nos Estados Unidos.

A atriz que integrou o elenco de Porta dos Fundos esclarece que sua depressão não está relacionada ao término do namoro com Ana Carolina ou ao fato de ter viajado sozinha.

"A minha depressão não tem a ver com o fato de estar sozinha. Muitas vezes entrei em um quadro depressivo estando acompanhada. Em Los Angeles, por exemplo, não tive crise de depressão. E passei meses sozinha", explica.

Letícia Lima vive Estela, em Amor de Mãe - Reprodução/ Instagram
Letícia Lima vive Estela, em Amor de Mãe
Imagem: Reprodução/ Instagram

Para a atriz, a depressão não está associada com solidão. "A solidão nem sempre está relacionada com alguma coisa triste. Para mim não é e nunca foi. É uma opção. Tem horas que quero estar com meus amigos, com um monte de gente, e, às vezes, preciso estar sozinha", relata.

Inclusive, Letícia diz que, quando está solteira, é mais fácil de não perder o foco de si e de atender suas necessidades pessoais. "Muitas vezes, não entro em uma crise, porque estou totalmente concentrada em mim, na minha vida", justifica.

Filha única, a artista acostumou-se desde cedo a não depender da companhia de ninguém para fazer suas atividades diárias e programas de lazer.

"Gosto de viajar sozinha. É um momento de autoconhecimento também. Vou de boa para restaurante, cinema e teatro sem companhia. É engraçado porque a pessoa que está atendendo sempre acha que estou esperando alguém. Sou filha única e já estou acostumada com isso desde sempre", diz.

Letícia Lima na festa de Amor de Mãe - Reprodução/ Instagram
Letícia Lima na festa de Amor de Mãe
Imagem: Reprodução/ Instagram

Após o término do folhetim, Letícia já planeja sua próxima viagem. Ela quer se aperfeiçoar ainda mais na profissão e estudar idiomas. Para ela, a experiência em outra cultura funciona como um processo de autoconhecimento.

"Tenho a intenção de voltar a morar no exterior. Aprendi tanto nesse tempo. Quando vamos para o exterior sozinha, fica tudo muito intenso. Parece que passei um ano fora. Me conheci melhor vivendo essa experiência sozinha", conclui ela, que fez um curso com Ivana Chubbuck, preparadora de Halle Berry e outras estrelas de Hollywood.

"Terminei o curso de inglês e entrei na classe dela. Mas foi totalmente despretensioso. Fiquei muito feliz que ela me aceitou. Fui para os Estados Unidos porque realmente o meu inglês era muito ruim e precisava me aprimorar", confessa.

A estadia em solo americano foi interrompida por um motivo mais do que especial.

"Realmente foi uma surpresa. Não fazia ideia que seria escalada para Amor de Mãe. Fiquei chorando de felicidade. É uma trama muito disputada. Tinha muita gente boa querendo fazer e estava em Los Angeles quando recebi o convite", finaliza.