Geral

Tatuagem em partes íntimas de mulher teria motivado crime em João Pessoa

Tatuagem em partes íntimas de mulher teria motivado crime em João Pessoa

Ter feito uma tatuagem nas partes genitais da namorada de um possível traficante de drogas. Este teria sido um dos motivos que levaram a morte do tatuador  Yuri Nazário, 25 anos, nesta sexta-feira, 29, em seu estúdio de trabalho, em um dos boxes no bairro do Ernani Sátiro, Zona Sul de João Pessoa,próximo ao Colégio Osvaldo Pessoa.

A versão de ter feito a a tatuagem nas partes genitais da mulher é comentada por dezenas de amigos e outras pessoas que conheciam Yuri. O tatuador foi assassinado com cerca de sete tiro, crime cometido por dois homens em uma motocicleta.

No bairro do Ernani Sátiro, o tatuador era bastante conhecido, frequentado de uma igreja e admirado por todos, não tendo qualquer histórico que supostamente venha abonar sua conduta. Amigos disseram neste sábado que a morte de Yuri Nazário ocorreu às vésperas do nascimento do filho. Ele era italiano e viva em João Pessoa com a esposa há vários.

O delegado Braz Marroni, da Polícia Civil e que esteve no local do crime informou que as imagens do circuito de segurança do local serão analisadas. A Polícia informou ainda que, após praticarem o crime, os acusados fugiram na motocicleta e atiraram para cima no sentido de intimidar os moradores da localidade.