Geral

'Se eu aparecer morto, vocês já sabem quem foi': estudante de filosofia encontrado morto relatou ameaças dos seguranças da UFPB

'Se eu aparecer morto, vocês já sabem quem foi': estudante de filosofia encontrado morto relatou ameaças dos seguranças da UFPB

alph 300x212 - 'Se eu aparecer morto, vocês já sabem quem foi': estudante de filosofia encontrado morto relatou ameaças dos seguranças da UFPB - VEJA VÍDEO

Um ano antes de desaparecer, o estudante de filosofia da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Clayton Tomaz de Souza, encontrado morto nesta segunda-feira (17) em uma mata às margens de uma estrada de Gramame, em João Pessoa, gravou um vídeo relatando ameaças de morte de seguranças da instituição de ensino.

“Minha vida está em risco, galera. Qualquer hora dessas, estes caras dão cabo de mim. Fica aí o recado, se eu aparecer morto, foram eles. Não tem outra: foram os guardinhas da UFPB”, afirmou em publicação no Twitter.

O corpo de Clayton, conhecido por ‘Alph’, foi encontrado com marcas de tiros e reconhecido pelo pai, que veio de Arcoverde, em Pernambuco, para identificar o filho. Também pernambucano, Alph era conhecido pelo seu histórico de militância estudantil e por supostamente denunciar abusos da segurança universitária.