Geral

São Paulo | Prédio do Hospital 9 de Julho é evacuado após vazamento de gás

São Paulo | Prédio do Hospital 9 de Julho é evacuado após vazamento de gás

O prédio do Centro de Medicina Especializada do Hospital 9 de Julho, na região central de São Paulo, teve de ser evacuado rapidamente na manhã de hoje, por conta de um vazamento de gás. Parte da equipe médica e dos pacientes tiveram de ir para a rua, às pressas.

O Centro de Medicina Especializada é ambulatório de consultas e exames do 9 de Julho e, portanto, não cuida de casos de covid-19 que chegam ao pronto-socorro e internação. Este centro é em um prédio próximo ao principal do hospital, ambos situados na rua Peixoto Gomide.

De acordo com o hospital, houve vazamento gás em uma obra da Comgás realizada na esquina das ruas Peixoto Gomide e Herculano de Freitas. O Corpo de Bombeiros foi chamado e orientou que o Centro de Medicina Especializada do Hospital fosse evacuado.

"A operação de evacuação dos 14 andares transcorreu sem nenhum problema e não levou mais do que 20 minutos até que todos deixassem o local em segurança. O Corpo de Bombeiros manteve o isolamento da rua por mais 30 minutos para avaliação, liberando-a a seguir", afirma o hospital, em comunicado.

Pacientes em atendimento foram retirados do prédio e as consultas foram reagendadas. Outros que eram atendidos no Centro de Infusão, recebendo medicações, foram levados ao prédio principal do hospital.

A Comgás afirma que recebeu um chamado por volta das 11h15 de hoje "sobre um dano na rede de gás natural encanado durante obras realizadas por terceiros", na rua Peixoto Gomide, onde fica o hospital. A equipe da empresa chegou às 11h28 e concluiu o reparo às 11h40, segundo informou a Comgás, em nota.

O 9 de Julho fica próximo à avenida Paulista, num dos locais mais movimentados de São Paulo, no bairro da Bela Vista.