Geral

Nos EUA | Carly Schroeder, a atriz que largou Hollywood para entrar no Exército

Nos EUA | Carly Schroeder, a atriz que largou Hollywood para entrar no Exército

A atriz Carly Schroeder, que tem em seu currículo de "Lizzie McGuire" e "Firewall: Segurança em Risco", decidiu abandonar Hollywood para se alistar no exército americano no começo deste ano.

"Eu venho considerando isso há um tempo e é uma grande escolha, mas minha família está me apoiando", disse Carly em entrevista ao TMZ. "Meu pai trabalhou como médico no exército e meu irmão está na Marinha. Eles falaram para eu pensar direito qual área eu deveria escolher, e fui para o exército."

"Eu trabalho com veteranos e pessoas que precisam de ajuda há muitos anos. Ano passado, minha família coletou vários cobertores para entregar aos veteranos. E acho que entrar no exército é a melhor maneira para que eu possa defender esta família na qual farei parte e dar mais volatilidade para minha voz", acrescentou.

"Eu também, no colégio, aprendi muito sobre tráfico de pessoas e acho que no exército vou aprender técnicas que permitirão com que eu ajude outras pessoas que foram impactadas por isso".

Reprodução
A atriz Carly Schroeder na série "Lizzie Mcguire" Imagem: Reprodução

Ela conta que já fez diversos cursos para melhorar suas técnicas, como sniper, combate corpo a corpo e táticos. "Eu não escolhi ainda [qual área seguir], estou tentando absorver tudo por enquanto, mas definitivamente estou interessada no serviço de inteligência".

Quem é ela

Carly tem 28 anos e nasceu em Indiana, nos Estados Unidos. Seus primeiros passos na carreira de atriz aconteceram quando acompanhava o irmão, Hunter Schroeder, em um teste. Aos sete anos, foi escalada como Serena Baldwin na série "Port Charles", que foi ao ar entre 1997 e 2003. Pelo seu papel na série, ela foi indicada duas vezes ao Young Artist Awards.

Ela engatou um trabalho na série "LizzieMcGuire", quando interpretou Melina Bianco, o que garantiu um espaço também no filme baseado no projeto da Disney. Porém, o grande destaque da sua carreira foi em "Quase um Segredo" (2004), filme que chamou a atenção no Film Independent Spirit Awards e que resultou em mais uma indicação ao Young Artist Awards.

Dois anos depois, ela atuou ao lado de Harrison Ford no drama "Firewall: Segurança em Risco". Desde então, Carly foi escalada para papéis menores em séries e filmes, como "O Ritual", "Ligeiramente Solteira", "Ghost Whisperer" e "Ouija House".

Reprodução
A atriz Carly Schroeder em cena de "Gracie" Imagem: Reprodução

Exército

Em seu perfil no Instagram, Carly mostra que sempre teve uma queda por aventura e ação. Em posts mais antigos, ela aparece escalando grandes rochedos e fazendo trilhas na natureza, mas o primeiro registro dela vestindo trajes militares vem de março de 2018, em treinamento de combate a curta distância para se preparar para um filme.

O que começou como um aprofundamento da sua profissão se transformou em paixão. Em janeiro deste ano, ela postou uma foto segurando um rifle e contou um pouco sobre sua decisão de se juntar ao exército. "Por 22 anos, eu me vesti para ganhar a vida. Como atriz eu fui sequestrada, cega, quase comida por leões e assassinada em mais de uma ocasião", escreveu.

"Eu atormentava o irmão mais novo de Lizzie McGuire no canal da Disney, fui uma treinadora de golfinhos, a primeira jogadora de futebol em uma equipe de meninos e Harrison Ford uma vez me resgatou durante uma intensa invasão de casas. Isso é empolgante e tudo, mas em janeiro decidi levantar minha mão direita e jurar para o exército dos Estados Unidos", acrescentou.

"Existem três principais motivos que me fizeram largar Hollywood: a faculdade abriu meus olhos para as injustiças do mundo e que há tráfico humano no Estados Unidos, por isso minha intenção é entrar para o exército e ajudar essas pessoas; servir o meu país vai dar mais validade para minha voz; meu irmão é da Marinha e meu pai foi das Forças Especiais, não vou deixar os meninos ficarem com toda a diversão".

Welcome to the party #fullautofriday Video: @dynamic_defense_inc

Uma publicação compartilhada por Carly Schroeder (@carlyfries18) em

For 22 years, I?ve played dress up for a living. As an actress I?ve been kidnapped, gone blind, nearly eaten by lions and murdered on more than one occasion. I tormented Lizzie McGuire?s little brother on the Disney channel, was a dolphin trainer, the first female soccer player on an all boys team and Harrison Ford once rescued me during an intense home invasion. . That?s exciting and all, but in January I decided to raise my right hand and swear into the United States Army. With a college degree from @callutheran in Criminal Justice, an ASVAB score of 92, and qualifying PFTs... I was accepted into Army #OCS (Officer Candidate School). . There are three BIG reasons (among many others) why I am taking a break from Hollywood to #goarmy . 1. College opened my eyes to global injustices. But on a more tangible micro level, there is human trafficking occurring within the United States. I?ve written papers, spread awareness and as an Army Officer I intend to learn skills I can later apply when I?m on a team helping these victims. . 2. Serving my country will give my voice more validity. I can better serve and advocate for veterans once I am a part of their community. The military is a family and family always has each others back. . 3. My brother is a Marine and my Papa was a Green Beret... There is no way I am going to let the boys have all the fun. #hooah #actresstoarmy #startedondisneynowimhere ??? . Thank you to my big brothers who teach, encourage and support me. I?ll make you proud. ?? @hunter_schroede0372 @claskytac @greenlinetactical @longhighwayhome @garand_thumb @tyler_hughes_ss

Uma publicação compartilhada por Carly Schroeder (@carlyfries18) em