Geral

Mercado financeiro | Dólar fecha semana em R$ 4,186, uma alta acumulada de 0,5%

Mercado financeiro | Dólar fecha semana em R$ 4,186, uma alta acumulada de 0,5%

Com investidores de olho em Davos e preocupados com o surto de coronavírus na China, o dólar comercial voltou a subir e fechou o dia em R$ 4,186. Com a alta de 0,45% registrada hoje, a moeda americana acumulou variação positiva de 0,50% na semana.

Na avaliação de Alvaro Bandeira, economista-chefe do banco digital Modalmais, essa oscilação do dólar entre R$ 4,15 e R$ 4,20 já era prevista para o ano. "O movimento de hoje é normal, sem grandes indicadores no radar, com o foco no coronavírus e no Fórum Econômico Mundial", explicou.

O valor do dólar divulgado diariamente pela imprensa, inclusive o UOL, refere-se ao dólar comercial. Para turistas, o valor é sempre maior.

Semana de temor por vírus chinês

A preocupação em relação ao surto de infecções por coronavírus na China, que já matou 26 pessoas e deixou mais de 800 doentes, ditou a atuação do mercado finaceiro durante a semana.

O país asiático intensificou as medidas para conter o vírus, interrompendo o transporte público em dez cidades e fechando templos durante o Ano Novo chinês. A Cidade Proibida e parte da Grande Muralha também foram bloqueadas.

Ontem, a OMS (Organização Mundial da Saúde) reconheceu que o novo coronavírus é uma emergência para a China, mas optou por não classificá-lo como epidemia de preocupação internacional, o que acalmou moderadamente o sentimento mundial.

*Com Reuters

economia de um jeito fácil de entender: @uoleconomia no Instagram.
Ouça os podcasts Mídia e Marketing, sobre propaganda e criação, e UOL Líderes, com CEOs de empresas.
Mais podcasts do UOL no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas

Entenda como funciona o câmbio do dólar

UOL Notícias