Geral

Flexibilização da quarentena | Rio tem algomeração em reabertura de áreas de lazer; 78 são multados

Flexibilização da quarentena | Rio tem algomeração em reabertura de áreas de lazer; 78 são multados

O retorno da interdição de vias no Rio de Janeiro para o uso como áreas de lazer neste domingo (12) provocou aglomerações mesmo com reforço de fiscalização. Após meses de interrupção, a Prefeitura do Rio voltou a fechar para veículos áreas como o Aterro do Flamengo e as vias nas orlas de bairros como Copacabana, Ipanema e Leblon, todos na zona sul.

Mesmo com o reforço de fiscalização pela Guarda Municipal e pela Polícia Militar, tradicionais espaços de lazer da cidade —como a avenida Atlântica, em Copacabana, e a avenida Vieira Souto, em Ipanema, ficaram completamente lotadas. Até o meio-dia de hoje, os fiscais tinham aplicado 78 multas neste fim de semana a pessoas que circulavam sem máscara de proteção, de acordo com balanço divulgado pela prefeitura.

Cariocas também desrespeitaram as regras sanitárias e voltaram a permanecer na areia das praias. De acordo com as atuais normas em vigor, é permitido acessar a faixa de areia apenas para a prática de esportes individuais.

Equipes da prefeitura e PMs voltaram a fazer abordagens em pessoas que permaneciam na faixa de areia sem máscara ou tentavam se banhar no mar— atividade que segue proibida.

aterro do flamengo - JOSE LUCENA/ FUTURA PRESS/ ESTADÃO CONTEÚDO - JOSE LUCENA/ FUTURA PRESS/ ESTADÃO CONTEÚDO
Aterro do Flamengo teve grande movimento no primeiro dia de reabertura da área de lazer
Imagem: JOSE LUCENA/ FUTURA PRESS/ ESTADÃO CONTEÚDO

Apenas neste sábado, 44 pessoas foram punidas por agentes da Guarda Municipal. Houve aplicação de multas inclusive para pessoas que descumpriam as regras para frequentadores da faixa de areia nas praias — o banho de mar segue proibido.

Mais de 700 multas por falta de máscara em um mês

A prefeitura do Rio multou 825 pessoas por não cumprirem as normas de uso de máscaras na cidade. Neste domingo, homens da Guarda Municipal estão fazendo ações de fiscalização em praias e áreas de lazer da cidade.

Deste total, 656 infrações foram cometidas em locais públicos e 169 ocorreram em estabelecimentos comerciais.

A multa pela falta do uso de máscara é de R$ 107 e fica vinculada ao CPF de quem é punido. Já o valor das punições para estabelecimentos que permitem a permanência de pessoas sem máscara varia entre R$ 590 a R$ 2.696,20

Multas a estabelecimentos

No total, 1.377 infrações sanitárias foram registradas pela Guarda Municipal, incluindo também punições por aglomerações, estabelecimentos comerciais funcionando ilegalmente ou fora das normas estabelecidas nos decretos de prevenção à pandemia

A Vigilância Sanitária também realizou fiscalização para o cumprimento das normas sanitárias neste fim de semana. De acordo com balanço divulgado às 15h pelo órgão, 52 novas inspeções foram realizadas até as 15h deste domingo, com 33 multas aplicadas e dois estabelecimentos interditados.

Desde o início da fase 3 do plano de reabertura da capital, em 2 de julho, a Vigilância Sanitária fiscalizou 553 estabelecimentos. No total, 304 multas foram aplicadas nesta etapa e 16 interdições foram feitas.