Geral

Ficaram parecidos? | Enzo, Shelby e outras lendas são retratadas em Ford vs. Ferrari

Ficaram parecidos? | Enzo, Shelby e outras lendas são retratadas em Ford vs. Ferrari

AVISO DE SPOILER: Atenção não leia o texto abaixo caso você não queira saber o que acontece no filme.

Ford vs. Ferrari, que estreia hoje nos cinemas com Christian Bale e Matt Damon, é um prato cheio para aficionados do automobilismo, em suas mais diversas categorias e configurações de motor. Já considerado pela crítica um dos melhores filmes do gênero, cotado para o Oscar 2020, o longa acompanha a saga da Ford para destronar a Ferrari nas lendários 24 Horas de Le Mans dos anos 1960.

Com direção equilibrada de James Mangold (Logan e Johnny & June) e cenas primando pelo realismo, a produção é fiel à história das corridas, das montadoras —tudo começa quando a Ferrari se recusa a ser vendida à Ford— e a de equipes e pilotos lendários do esporte. São eles quem aceleram (quase todos), roubam a cena, aceleram e conferem molho especial aos acontecimentos do filme.

Veja abaixo quem foram esses ícones.

Ken Miles (Christian Bale)

O protagonista do longa foi um irascível veterano britânico da Segunda Guerra Mundial que se consagrou como piloto profissional e mecânico. Atrás do volante, era extremamente técnico e venceu corridas como as 24 Horas de Daytona e as 12 Horas de Sebring. O filme retrata o trabalho que Miles teve na década de 1960 para desenvolver o Ford GT40 Mk II. Correndo com o neozelandês Denny Hulme, ele venceria as 24 Horas de Le Mans de 1966, mas, por uma ordem equivocada da equipe, acabou ficando em segundo lugar. Morreu dois meses depois em um teste privado nos Estados Unidos.

Ken Miles e Christian Bale - Reprodução/Montagem
Ken Miles e Christian Bale
Imagem: Reprodução/Montagem

Carroll Shelby (Matt Damon)

Shelby é uma das lendas do esporte a motor americano, o segundo piloto nascido no país a vencer as 24 Horas de Le Mans, em 1959, ao volante de um Aston Martin. Após uma aposentadoria precoce das pistas, virou empreendedor e dono de equipe, fundador da Shelby Mustang e da Shelby Cobra. Foi ele quem apostou no talento do outsider Ken Miles para liderar a histórica façanha de sua equipe em Le Mans. Carroll Shelby também fez fama no mercado ao lançar comercialmente carros com a Dodge e a Oldsmobile. Morreu os 89 anos em 2012, em decorrência de antigos problemas cardíacos.

Carroll Shelby e Matt Damon - Reprodução
Carroll Shelby e Matt Damon
Imagem: Reprodução

Enzo Ferrari (Remo Girone)

Enzo foi o fundador da equipe Ferrari e da fábrica de automóveis da marca de carros mais querida do mundo. Autodidata em mecânica e também piloto na juventude, é uma das maiores lendas do automobilismo, conhecido pelo estilo passional e muitas vezes intempestivo na lida com o esporte e negócios. Passou por diversas crises e renascimentos. Em 1960, recebeu pela Universidade de Bolonha, o título de título de doutor honoris causa em engenharia, e mais tarde, em física. Também ganhou do governo italiano o título de Comendador. Gostava de acompanhar de perto as corridas e os negócios até a morte em 1988, aos 90 anos.

Enzo Ferrari e Remo Girone - Reprodução/Montagem
Enzo Ferrari e Remo Girone
Imagem: Reprodução/Montagem

Lorenzo Baldini (Francesco Bauco)

Foi um dos mais carismáticos pilotos italianos, defendendo na Fórmula 1, entre 1961 e 1967, as italianas Centro Sud e Ferrari. Também se aventurou nas provas de turismo, sob a benção de Enzo. Venceu em Le Mans em 1963 ao lado de Ludovico Scarfiotti, em um time italiano puro sangue. Em Ford vs. Ferrari, é o principal rival de Ken Miles. Disputou 42 provas oficiais na F-1, vencendo uma vez e subindo oito vezes aos pódio. Morreu tragicamente aos 31 anos, no Grande Prêmio de Mônaco de 1967, após se chocar contra barreiras de feno e ver o carro consumido pelas chamas.

Reprodução/Montagem
Imagem: Reprodução/Montagem

Bruce McLaren (Benjamin Rigby)

Outra lenda retratada em Ford vs. Ferrari, o neozelandês competiu na F-1 entre 1959 e 1970, quando também tentava a sorte em Le Mans. Venceu em 1966, ao lado de Chris Amon, após a polêmica decisão da Ford que prejudicou Ken Miles. Na Fórmula 1, correu em 98 ocasiões, cruzando quatro vezes em primeiro lugar e batendo o recorde como piloto mais jovem a vencer um GP, com 22 anos, em 1959. Também correu de Can-Am. Seu feito mais célebre, no entanto, foi ter fundado em 1963 a equipe McLaren, segunda maior vencedora da F-1, atrás apenas da Ferrari. Morreu em 1970 aos 32 anos, após se acidentar em uma sessão de testes com um protótipo na Inglaterra.

Reprodução/Montagem
Imagem: Reprodução/Montagem

Dan Gurney (Alex Gurney)

Piloto, construtor e diretor de equipe, o americano ganhou corridas na Indy, Nascar, Can-Am, Trans-Am Series e F-1, onde correu entre 1959 e 1970, vencendo quatro vezes. Na categoria máxima do automobilismo, fez história em 1967 ao levar o Grande Prêmio da Bélgica como construtor e piloto. No mesmo ano, também ganhou as 24 Horas de Le Man, quando iniciou a tradição de os vencedores tomarem banho com champanhe sobre os pódios nas corridas. Morreu em 2018, aos 86 anos, em decorrência de complicações de uma pneumonia.

Reprodução/Montagem
Imagem: Reprodução/Montagem