Geral

Família esclarece que jovem de 17 anos que morreu em Cajazeiras não tinha coronavírus

Família esclarece que jovem de 17 anos que morreu em Cajazeiras não tinha coronavírus

A jovem Luana Pereira Félix, de 17 anos, moradora da Agrovila, faleceu por volta das 06h30 da manhã desta segunda-feira (06), na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Regional de Cajazeiras (HRC), em decorrência de insuficiência renal aguda trombocitopenia, como consta em sua certidão de óbito.

De acordo com familiares, Luana passou uma semana sentido dores e vomitando constantemente. Na última semana, ela deu entrada duas vezes na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e voltou para sua residência.

No sábado (04), familiares acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), pois a jovem reclamava de dores insuportáveis e foi encaminhada para o HRC.

Após a realização de exames, a equipe médica constatou que o quadro clínico de Luana havia avançando para uma infecção renal grave.

Ao Diário do Sertão, a assessoria de comunicação do hospital confirmou que a jovem deu entrada no sábado(04), por volta das 17h com o quadro bastante agravado.

Luana Pereira deu a luz a um bebê há 47 dias. Tanto familiares como a assessoria do hospital, confirmaram que durante a gestação, exames constataram quadro de infecção renal.

Em sua certidão de óbito, a causa morte foi: ”sepse de foco urinário , insuficiência renal aguda trombocitopenia”.

VELÓRIO E SEPULTAMENTO

O velório acontece na residência de familiares da jovem, na Agrovila em Cajazeiras e o sepultamento ocorrerá às 8h esta terça-feira (07), no Cemitério Nossa Senhora Aparecida.