Geral

Em Malhação | Criticada, Globo exibe beijo gay em cena com suspense e homofobia

Em Malhação | Criticada, Globo exibe beijo gay em cena com suspense e homofobia

Criticada por ter cortado um beijo lésbico em Órfãos da Terra, a Globo exibiu hoje um beijo entre dois homens em Malhação: Toda forma de Amar. Guga (Pedro Alves) e Serginho (João Pedro Oliveira) trocaram carinhos com direito a suspense e uma reação homofóbica.

Na sequência, Guga admite a Serginho estar incomodado por poder ser pai do filho de Meg (Giulia Bertolli): "Meus pais estão colocando uma pressão desnecessária. Eu adoro a Meg, mas mesmo se eu fosse o pai do filho dela, mesmo assim, nunca que a gente ia casar".

O estudante pediu desculpas para Serginho, que respondeu apoiando o companheiro: "Quem está segurando a maior barra aqui é você, Guga. Eu estou contigo, sempre".

Antes de se despedir, Guga se aproximou para beijar Serginho e até fez um suspense que soa irônico após a Globo ter cortado o beijo entre Camila e Valéria em Órfãos da Terra: "Esqueci de uma parada aqui". Serginho questionou: "Esqueceu? De quê?". O estudante, então, o beijou: "Disso aqui, ó".

No mesmo instante, Meg chegou à praça de alimentação do shopping com o pai, Osório (Luiz Nicolau), que reagiu com homofobia ao ver o beijo do suposto pai de seu neto em outro homem.

"Não posso acreditar na sem-vergonhice que eu acabo de ver em plena luz do dia, em um lugar público!", esbravejou o pai de Meg. "Seu Osório, eu posso explicar, não tem nada demais o que a gente fez", disse Guga.

Meg concordou com o colega: "É, pai, não teve sem-vergonhice nenhuma, também não exagera, vai". Osório, porém, manteve sua indignação: "Como não, filha? Eu vi dois homens, dois marmanjos se beijando na boca! Em uma galeria em Ipanema, isso é um absurdo!".

A filha tentou acalmá-lo: "Pai foi impressão sua, entendeu? Não teve beijo, foi um carinho, não foi, gente? Uma coisa de amigo". Serginho, entretanto, reforçou que houve, sim, um beijo.

"Teve beijo na boca sim, Meg. E seu pai viu muito bem. Mas o que a gente fez não é crime, não é contra a lei, e o que a gente fez não foi para ofender ninguém", afirmou.

Nas redes sociais, os telespectadores comemoraram o beijo, o segundo entre dois homens em 24 anos de Malhação, mas reclamaram que foi durante uma cena de homofobia, e não retratado como algo natural.