Geral

De R$ 1.000 | Na internet, Magazine Luiza é acusada de 'fraude' por cupons

De R$ 1.000 | Na internet, Magazine Luiza é acusada de 'fraude' por cupons

A empresa Magazine Luiza teve seu nome entre os assuntos mais comentados no Twitter hoje após anunciar 50 cupons de desconto de R$ 1000. Muitos clientes reclamaram que não conseguiram efetuar as compras mesmo conseguindo o benefício, acusando o site de "fraude".

Por volta das 19h45, quase 4 mil comentários na rede social com a #FraudeMagalu marcavam o 1º lugar nos Trending Topics do Brasil. Em 4º lugar estava #OutletMagalu (a hashtag oficial da campanha), em 6º aparecia #MagaluCaloteira e em 9º, #TomaNoC*Magalu.

Os cupons só poderiam ser adquiridos no aplicativo da Magalu para smartphone, e começaram a valer por volta das 16h. O benefício era apenas para compras a partir de R$1001,00 em produtos vendidos e entregues pelo Magazine Luiza, e permitido um cupom por CPF em apenas uma compra.

O post recebeu inúmeras críticas, e a conta oficial anunciou que os cupons estavam esgotados após 32 minutos. Com a reação negativa, a Magazine Luiza liberou, no começo da noite, mais 500 cupons de R$ 1000, que se esgotaram desta vez em 11 minutos.

Após a nova promoção, a conta do site no Twitter compartilhou algumas mensagens de clientes que conseguiram adquirir produtos graças aos cupons.

Procurada pelo UOL, a empresa explicou que "a demanda foi muito grande e [os benefícios] acabaram muito rápido". Por isso, para compensar, a empresa lançou novos cupons, "com muito mais gente conseguindo mostrar o sucesso da compra".

A Magazine Luiza ainda adiantou ao UOL todas as compras feitas na promoção, o que incluiu SMART TV Led de 40 polegadas por R$ 200, micro-ondas por R$ 32, sofá por R$ 49,90 e fogão de cinco bocas por R$ 300.

Muitos usuários reclamaram com o Procon da promoção da empresa. O UOL tentou um posicionamento oficial do serviço, mas por enquanto não houve retorno.

Veja abaixo as principais reações de quem não conseguiu adquirir a promoção da Magazine Luiza: