Geral

Casal discreto | Quem é Rose Miriam, companheira de Gugu até o fim da vida

Casal discreto | Quem é Rose Miriam, companheira de Gugu até o fim da vida

"Quero que tanto a mãe quanto a criança tenham sua liberdade." A frase de Gugu, dita em 2001 após vazamento da notícia de que estava prestes a ser pai pela primeira vez, mostra bem o espírito que permeou todo seu relacionamento com Rose Miriam Di Matteo: discrição absoluta.

Os dois chegaram a namorar por poucos meses e tiveram três filhos juntos —João Augusto, 18 anos, e as gêmeas Sofia e Marina, 15 anos—, mas a amizade de longa data os manteve juntos até o fim da vida. Rose estava em casa quando Gugu sofreu o acidente doméstico que acabou causando sua morte, anunciada na última sexta-feira (22).

A família que construíram juntos teve início em 2001, quando Rose engravidou, mas a relação dos dois começou décadas antes, na TV. A paulista de 56 anos se formou em medicina na Faculdade São Francisco de Bragança (atual Universidade São Francisco) e, para bancar os estudos, trabalhou no SBT entre 1983 e 1985, como uma das telemoças (secretárias de palco) de Gugu no Viva a Noite.

Gugu Liberato e as telemoças do Viva a Noite, em 1983 - Reprodução/SBT
Gugu Liberato e as telemoças do Viva a Noite, em 1983
Imagem: Reprodução/SBT
Rose Miriam, na época com 20 anos, era chamada de Rose Blini e dividia as atenções do público com Mariette, assistente mais famosa de Gugu nos anos 1980, e Flor, que depois integrou o júri do Show de Calouros e hoje atua no Jogo dos Pontinhos, ambas atrações de Silvio Santos.

Rose também fez alguns comerciais, mas não quis seguir a carreira artística, segundo a mãe, Odette Di Matteo, afirmou em entrevista à revista Quem, em 2001: "Minha filha trabalhava para fazer um dinheirinho e pagar os estudos".

Gugu e Rose se relacionaram pela primeira vez quando trabalhavam juntos no Viva a Noite, de acordo com reportagens publicadas durante a gravidez da ex-telemoça. Mesmo separados, a médica continuou frequentando a casa do apresentador e se tornou amiga dele e de sua irmã, a numeróloga Aparecida Liberato.

Os dois reapareceram na mídia em 1994 —o apresentador presenteou a colega com um Fusca. "Gugu mostra pela primeira vez sua namorada", estampou a revista Caras. O segundo tempo do romance, no entanto, durou poucos meses.

Gugu e Rose estampam capas da revista Caras em 1994 e 2001 - Montagem/UOL/Reprodução/Revista Caras
Gugu e Rose estampam capas da revista Caras em 1994 e 2001
Imagem: Montagem/UOL/Reprodução/Revista Caras

Em 2001, Gugu manifestou o desejo de ter um filho e escolheu Rose, que era otorrinolaringologista no hospital Cema, na Mooca (zona leste de São Paulo) para ser a mãe. O Jornal do Brasil informou, na época, que Gugu e Rose haviam chegado a um acordo para que ela parasse de trabalhar e cuidasse exclusivamente da gravidez.

A notícia do bebê que estava a caminho vazou para a imprensa de dentro da clínica de Roger Abdelmassih, responsável pela gestação (o médico, que era referência em reprodução humana, depois foi condenado a 181 anos de prisão pelo estupro de 37 mulheres). Reservado como sempre, Gugu não gostou de ter sua privacidade violada e confirmou a novidade ao vivo na TV, em tom de desabafo.

"Não íamos contar até que o bebê nascesse, pois não queríamos que se tornasse público. O principal motivo é a Rose não ser famosa e ter sua própria vida", disse o apresentador no Domingo Legal.

Apesar da vontade de não expor o relacionamento, Gugu estampou várias capas da revista Caras ao lado da mãe de seus filhos. Os dois não se casaram, e a discrição em torno do relacionamento gerou uma série de boatos envolvendo a vida íntima do casal.

Segunda gravidez de Gugu e Rose estampou a revista Caras em 2003 - Montagem/UOL/Reprodução/Revista Caras
Segunda gravidez de Gugu e Rose estampou a revista Caras em 2003
Imagem: Montagem/UOL/Reprodução/Revista Caras

Gugu ignorou as especulações e teve três filhos com Rose, formando a família com que tanto havia sonhado. O próximo passo: mudança de país. O apresentador passou a intercalar viagens para os Estados Unidos, até se estabilizar em Orlando, próximo à casa do patrão Silvio Santos.

Há quatro meses, Gugu e Rose trocaram Celebration, bairro em Orlando construído pela Disney, por Windermere, mais próximo da escola dos filhos. Os três e a companheira de Gugu experimentaram nos Estados Unidos o que o pai nunca conseguiu por aqui: viver no anonimato. Colegas do colégio e alguns vizinhos não sabiam que eles formavam uma das famílias mais famosas do Brasil.

Como Gugu, assumidamente católico, Rose também era religiosa e frequentava a First Baptist Church, igreja batista que tinha um pastor brasileiro. Ela também costumava levar os três filhos para os cultos. "Eu só fiquei sabendo [que era companheira de Gugu] depois que fui visitá-la", disse o pastor Lécio Dornas ao Fantástico.

Na nova residência, ao tentar reparar o ar condicionado, Gugu forçou o piso de gesso, que não resistiu ao peso e quebrou, fazendo o apresentador cair de uma altura de cerca de metros. A queda provocou lesões graves, que inviabilizaram qualquer cirurgia. O diagnóstico de morte encefálica foi confirmado pelos médicos diante da mãe de Gugu, Maria do Céu, de 90 anos, dos irmãos Amandio Augusto e Aparecida Liberato, e de Rose, companheira de Gugu até o fim da vida.