Geral

Bastidores do governo | Josias de Souza: Bolsonaro reduz a estatura do ministro Mandetta

Bastidores do governo | Josias de Souza: Bolsonaro reduz a estatura do ministro Mandetta

Bolsonaro encolheu Mandetta. Há uma semana, de acordo com estatísticas do Datafolha, o ministro da Saúde era 20 pontos percentuais mais alto do que o presidente.

O desempenho de Mandetta na guerra contra o coronavírus rendeu-lhe índice de aprovação de 55%. O chefe amealhou 35%. Não podendo elevar a própria estatura, Bolsonaro se ocupa de encolher o ministro.

Mandetta vive drama parecido com o de uma personagem criada pelo escritor gaúcho Josué Guimarães —uma mulher que diminuía diariamente de tamanho.

Para evitar que a senhora percebesse o próprio encolhimento, os familiares rebaixavam os móveis da casa. Serravam os pés da cama, de mesas e cadeiras.

Dá-se algo parecido com Mandetta. A diferença é que Bolsonaro leva o ministro a se retrair sem a gentileza da adaptação da mobília.

O encolhimento do titular da Saúde é mais visível na retórica. O linguajar técnico que rendia prestígio ao ministro acocora-se diante das conveniências políticas do chefe.

Se o doutor Mandetta não se cuidar, sua reputação profissional como médico logo caberá numa caixa de fósforos.