Geral

Aeroporto da Grande João Pessoa passa a ser administrado por empresa espanhola

Aeroporto da Grande João Pessoa passa a ser administrado por empresa espanhola

O Aeroporto Castro Pinto na Grande João Pessoa começa a partir desra segunda-feira (24), a ser administrado pela empresa espanhola Aena Desarrollo Internacional. A Empresa venceu o leilão em março de 2019, onde arrematou os aeroportos do Bloco Nordeste por R$ 1,9 bilhão, com ágio de 1.010% em relação ao lance mínimo inicial de R$ 171 milhões.

O aeroporto era gerido pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). A Infraero permanece apenas na administração da torre de controle do terminal para apoiar e garantir segurança à navegação aérea nas áreas de tráfego do aeroporto.

O aeroporto tem capacidade para receber 2,3 milhões de passageiros ao ano e encerrou 2019 com mais de 1,3 milhão de viajantes, entre embarques e desembarques.

Atualmente, o aeroporto conta com 16 voos regulares de quatro companhias aéreas: Azul, Gol e Latam. As rotas interligam João Pessoa a diversos destinos brasileiros.

O Aeroporto João Suassuna, de Campina Grande também é administrado pela estatal espanhola Aena. A transferência de responsabilidade aconteceu no dia 16 de janeiro, quando o terminal deixou de ser da responsabilidade da Infraero.