Geral

A vitória de Pikachu | Pokémon vence monstro do conservadorismo ao longo de 20 anos

A vitória de Pikachu | Pokémon vence monstro do conservadorismo ao longo de 20 anos

Pokémon foi lançado nos anos 90 como um jogo de videogame no Japão e logo virou febre no Ocidente, com diversos produtos derivados da criação do japonês Satoshi Tajiri. Na mesma velocidade do sucesso, chegou a patrulha conservadora. A revista Time estampou uma reportagem de capa em 1999 alegando que o personagem e seus derivados eram um vício perigoso para as crianças porque o protagonista é apresentado como um garoto sem pai que sai de casa com a permissão da mãe na abertura do jogo.

Quem leu a revista Time passou a ter certeza de que aquele fenômeno era extremamente nocivo para as crianças. Sobrou até pra Tajiri, que teve sua obsessão por insetos, a base para a criação do jogo, chamada de disfuncional. Logo depois, a rede NBC exibiu uma reportagem em que especialistas definiram o fenômeno como algo nocivo cuja mensagem principal era a violência.

Mas esta cruzada conservadora falhou miseravelmente e a indústria do entretenimento segue criando produtos derivados como o filme "Detetive Pikachu", que estreou em 2019, arrecadou US$ 431 milhões (quase R$ 1,8 bilhão) nas bilheterias e já teve sua sequência anunciada.

Meteoro Por Trás da Cena
1 | 10