Geral

A Dona do Pedaço | Fabiana pede abraço ao ser enxotada por M. da Paz

A Dona do Pedaço | Fabiana pede abraço ao ser enxotada por M. da Paz

Maria da Paz (Juliana Paes) vai finalmente colocar as mãos no documento que lhe devolve a posse da fábrica de bolos em A Dona do Pedaço. A mocinha invadirá o escritório da empresa para enxotar Fabiana (Nathalia Dill), que terá uma reação inesperada. Sem saída, a ex-noviça vai tentará amolecer o coração da tia e terá a cara de pau de pedir um abraço no meio da discussão.

O responsável pela derrota de Fabiana diante da protagonista será seu maior inimigo: Agno (Malvino Salvador). Disposto a se vingar da ex-comparsa, o empresário encontrará a pasta verde, que ficou perdida durante meses da trama, com o documento.

Amadeu (Marcos Palmeira) vai conferir a legalidade dos papéis e cuidar dos trâmites para a volta da boleira à sua fábrica. Com tudo certo, os mocinhos irão até a Bolos da Paz enfrentar Fabiana.

"Que é isso? Vai entrando, como se fosse sua casa? Marcou hora? Não marcou, se tivesse marcado eu saberia. Faça o favor. Se quer falar comigo, saia daqui e marque hora, Maria da Paz", reclamará a vilã ao ver a personagem de Juliana Paes.

"Não vou marcar hora na minha própria fábrica", retrucará a boleira. "Sua fábrica, ainda continua com essa ilusão?", debochará a golpista. "A Bolos da Paz é minha, Fabiana. E eu achei o documento que me devolve a posse da fábrica", revelará Maria da Paz.

Fabiana não acreditará, e Amadeu entregará a ela o papel. "Essa é uma cópia, não adianta rasgar", dirá o advogado. "Eu jamais pensaria em rasgar. Esse documento... Diz o quê?", questionará a mau-caráter.

"Esse documento anula a passagem da fábrica para o nome da Josiane. E por extensão, sua compra foi anulada também. Vai ter que sair daqui, Fabiana. Vai ter que devolver a fábrica pra Maria da Paz", sentenciará Amadeu, na cena que encerrará o capítulo de sábado (16).

Questão de família

"Como assim, devolver a fábrica? A Maria da Paz sempre delirou a respeito desse tema. Mas você, Amadeu, um advogado, um homem sério, vai dar importância à loucura da Maria da Paz?", questionará a vilã, na continuação, que dará início à última semana da novela.

"Fabiana, louco eu seria se viesse aqui sem documento nenhum. Veja esse documento. Ele reconhece que a passagem da empresa para o nome da Josiane foi simulada", explicará o advogado. Ao perceber que não tem o que fazer, a golpista, que rejeitou o parentesco com a boleira, vai apelar para a chantagem emocional.

"Eu não conheço muito sobre Direito, leis... Mas, pelo que você está falando, tem sentido. Embora a gente possa fazer um acordo, não é, Maria da Paz? Nós somos parentes. Eu sou sua sobrinha. Os laços de sangue importam mais do que qualquer documento. Não vai me tomar a fábrica, sei que sempre quis conhecer suas sobrinhas. Uma é a Vivi, a outra sou eu. Estou de braços abertos, venha, me dê um abraço. Vamos resolver tudo em família", apelará.

Desta vez, a protagonista não cairá na conversa mole da sobrinha. "Fabiana, você me enxotou da fábrica. Não quis saber. Me humilhou. Agora que eu achei o documento, que eu vou tomar posse da fábrica, lembrou que temos laços de sangue? Desculpa, mas você é muito interesseira", retrucará a personagem de Juliana Paes.

"Eu sei que a fábrica está em boa situação. Você fica com todo capital de giro. Leva todo dinheiro que a fábrica tem em caixa", oferecerá Amadeu, forçando Fabiana a assinar um acordo para deixar a empresa.

Maria da Paz ficará radiante ao recuperar o negócio que levou 20 anos para construir. "Amigos. Eu voltei! Eu voltei pra Bolos da Paz!", anunciará ela.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações exclusivas de A Dona do Pedaço e de outras novelas!

© 2019 Notícias da TV | Proibida a reprodução