Esportes

UFC: McGregor diz que quer voltar aos tatames para se redimir

UFC: McGregor diz que quer voltar aos tatames para se redimir

O lutador Conor McGregor é conhecido por ser um dos melhores da história do MMA e do UFC, mas também por suas polêmicas. A mais recente delas envolve uma agressão a um idoso em um bar em Dublin, na Irlanda.

Em entrevista exclusiva para a ESPN, o irlandês falou sobre o incidente, admitiu a sua culpa e comentou que precisa “parar de morder as iscas” que colocam em sua vida e, acima de tudo, proteger seu legado. Agora, McGregor quer voltar aos octógonos para se redimir e recuperar o prestígio de sua carreira.

O lutador não sobe ao octógono desde 6 de outubro de 2018, quando foi derrotado pelo russo Khabib Nurmagomedov e perdeu o cinturão. Em maio deste ano, McGregor se preparava para voltar a lutar, mas uma lesão na mão atrapalhou seus planos. Agora, o irlandês visa um retorno triunfal e fala em uma possível revanche com Nurmagomedov, mas não descarta outras possibilidades de adversário, como o brasileiro José Aldo.

Nota do Editor: A entrevista completa de Ariel Helwani com Conor McGregor foi editada para um melhor entendimento. A versão completa estará no WatchESPN na próxima semana.

ESPN: Na semana passada, o TMZ postou um vídeo em que você parecia entrar em uma briga com outro homem na Irlanda. Você pode nos contar o seu lado dessa história?

Conor McGregor: A verdade é que não interessa o que aconteceu lá. Eu estava errado. Aquele homem merecia curtir o seu tempo no bar sem tudo terminar como terminou. Apesar de eu ter tentado me retratar há alguns meses – e ter me retratado com ele na época -, isso não importa. Eu estava errado. Estou aqui apenas para admitir isso, seguir em frente, continuar e enfrentar o que está por vir.

Você realmente deu um soco naquele homem?

O que aconteceu foi um pouco nebuloso para mim também. Foi há muitos meses, como eu disse. E eu tenho feito o necessário para me certificar de que isso não aconteça novamente. Para ser um pai melhor, para ser um ser humano melhor, para ser um melhor modelo para essas crianças. Eu sei que muitas crianças estão me admirando, e às vezes isso me deixa surpreso.

Eu tenho que reconhecer que aquele não é o comportamento de um líder, de um lutador de artes marciais mistas, de um campeão. Eu tenho que esfriar a cabeça e voltar para o jogo. Lutar por redenção, retribuição, respeito, as coisas que me fizeram ser o homem que sou. E é isso que eu vou fazer.

O que deve acontecer agora?

O que posso dizer? Isso não importa. Não há resposta para o que foi feito. Eu estava completamente errado. Não há necessidade de discutir quem começou, o que estava acontecendo lá fora, nada disso. Eu estava completamente errado; foi um comportamento inaceitável, e eu tenho consciência disso.

O vídeo foi lançado no dia seguinte ao batizado da minha filha, então nos divertimos muito com a minha família e então … Eu só tenho que esperar e ver o que acontece e o que quer que apareça no meu caminho, eu vou encarar. O que quer que aconteça comigo, eu vou encarar. Não vou me esconder disso. Eu estava errado. Foi um comportamento completamente inaceitável para um homem na minha posição. O que acontecer, eu vou enfrentar.

Desde que este vídeo foi lançado, você foi fortemente criticado. Como você se sente ao ver e ler isto?

Quanto aos meus colegas de profissão, eu mereço ser criticado. Eu mereço ser criticado por esse comportamento. É simplesmente inaceitável. Não há desculpa para isso. Ver os fãs decepcionados comigo me machuca muito, porque tudo o que eu fiz foi pelos fãs. Eu sou muito querido pelos fãs. Toda a minha carreira foi pensando neles.

Isso me dói mais na alma do que você jamais saberá. Então, como eu disse, retribuição, redenção, respeito. Eu recuperarei tudo isso.

Fonte: ESPN

Créditos: ESPN