Esportes

Time de Beckham na MLS estaria atrás de ex-são-paulino, que nega rumores

O atacante Dorlán Pabón, do Monterrey (México), negou hoje ter sido procurado por representantes do Inter Miami para atuar na Major League Soccer em 2020. A equipe estreará na próxima temporada da competição norte-americana e tem o inglês David Beckham entre seus proprietários.

No início do mês, a imprensa colocou o colombiano — que defendeu o São Paulo por empréstimo em 2014 — como um possível integrante do novo elenco do time da Flórida.

O site do jornal esportivo espanhol AS afirmou que Pabón era um pedido do técnico Diego Alonso. Segundo a publicação, o treinador "já conhece o jogador e sabe que ele pode ser peça-chave na próxima temporada". Alonso trabalhou entre 2018 e 2019 com Pabón no Monterrey.

O site Soy Fútbol, por sua vez, afirmava que o Inter Miami estaria disposto a fazer "uma oferta bastante atrativa" pelo atacante. O veículo afirma que o Monterrey exigiria ao menos 6 milhões de dólares, valor que pagou ao Valencia pelo atleta em 2014.

Mas qualquer possibilidade a curto prazo foi rechaçada hoje pelo próprio Pabón.

"Nunca fui comunicado por ninguém. Penso no Monterrey, tenho contrato e estou feliz, agradecido. Tenho a cabeça só no Monterrey. Quero vencer mais. Se eu for embora amanhã, quero ir embora pela porta da frente, mas não penso em ir embora", afirmou, segundo o site do jornal mexicano Récord.

Pelo Monterrey, Pabón foi campeão do Apertura 2019 na Liga MX (a primeira divisão mexicana), do Apertura 2017 da Copa MX e da Liga dos Campeões da Concacaf 2019. No Mundial de Clubes 2019, ajudou seu time a chegar ao terceiro lugar.