Esportes

Sugestões de André Rocha | De Pelé a Cantona, dez filmes sobre futebol para ver ou rever

Sugestões de André Rocha | De Pelé a Cantona, dez filmes sobre futebol para ver ou rever

Imagem: Reprodução

À Procura de Eric (2009) – Um carteiro apaixonado pelo Manchester United se imagina conversando com o ídolo Eric Cantona em uma alucinação depois de fumar maconha. O craque ajuda o homem a resolver seus problemas pessoais em uma abordagem que ressalta a importância do futebol na vida das pessoas mais simples.

Maldito Futebol Clube (2010) – A via crucis de 44 dias no Leeds United do lendário treinador Brian Clough, eternizado pelo bicampeonato do Nottingham Forrest na então Copa dos Campeões da Europa em 1979/80. Uma prova de que profissionais brilhantes também podem fazer escolhas infelizes na carreira. Enorme interpretação de Michael Sheen.

Todos os Corações do Mundo (1995) – Filme oficial da FIFA sobre a Copa do Mundo de 1994. Difícil dizer se há memória afetiva envolvida pelo primeiro título mundial da seleção para gerações de torcedores, mas a produção e as imagens são espetaculares. Cumpre com louvor a missão de capturar a emoção da paixão pelo esporte.

O Milagre de Berna (2003) – Através da família Lubenski, o filme conta a história da final da Copa do Mundo de 1954 disputada na Suíça, com a inesperada vitória da Alemanha sobre a Hungria. O primeiro título da gigante tetracampeã e oito vezes finalista. Retrata bem como o futebol é capaz de aproximar, mesmo em histórias pessoais complicadas.

O Casamento de Romeu e Julieta (2005) – Produção nacional, com Marco Ricca e Luana Piovani. Mais do que uma história sobre o amor de um corintiano fanático e uma palmeirense apaixonada, é um filme sobre a história de São Paulo. Mas essencialmente comédia, e das boas. E a cerimônia que dá nome à obra é uma prova de que é possível conviver sem ódio clubista.

O Negro no Futebol Brasileiro (2018) – Incrível documentário dirigido por Gustavo Acioli baseado no livro homônimo de Mário Filho. Aborda a luta contra o preconceito para conquistar um lugar no esporte. Desde a dificuldade para ser aceito nos clubes no inicio do século 20 até as manifestações racistas nos últimos anos. Depoimentos de Romário, Adriano, Júnior, Cláudio Adão, entre outros.

O Campeão Impossível (2016) – Diego Armando Maradona e a saga da conquista do mundial de 1986. Uma produção argentina. Já dá para medir o tamanho da paixão do filme. Mostra como uma seleção desacreditada, que se classificou na bacia das almas, conseguiu se unir em torno da estrela maior, que protagonizou a grande atuação individual de um jogador em Copas do Mundo.

Heleno (2012) – Rodrigo Santoro precisou aprender a jogar futebol para interpretar um personagem riquíssimo. Heleno de Freitas era um craque polêmico, indisciplinado e que teve final trágico e inesperado para quem era ídolo do Botafogo e tratado como símbolo sexual nos anos 1940. Baseado no livro "Nunca Houve um Homem como Heleno", de Marcos Eduardo Neves.

Verão de 92 (2016) – O título da Eurocopa conquistado pela Dinamarca no momento mais inesperado, bem longe da seleção que encantou em 1986 e que só disputou a fase final na Suécia por conta da guerra civil na antiga Iugoslávia. Foca no trabalho do desacreditado treinador Richard Nielsen e no drama pessoal do meio-campista Kim Vilfort. Uma história que mereceu ir para as telas.

Pelé Eterno (2004) – Esqueça o controverso personagem Edson Arantes do Nascimento. Pelé, o atleta do Século 20, merecia uma grande produção com seus feitos e gols para eternizar o melhor e maior de todos os tempos, goste ou não a "geração internet" que acha que o mundo começou em 2000. Um deleite para quem ama este esporte sem preconceitos.