Esportes

Polícia de Seul abre investigação contra Cristiano Ronaldo e Juventus

Polícia de Seul abre investigação contra Cristiano Ronaldo e Juventus

De acordo com jornal sul-coreano “The Chosun Ilbo”, a Polícia de Seul decidiu abrir uma investigação internacional contra Cristiano Ronaldo e Juventus. O motivo? Uma possível “fraude” em um amistoso contra estrelas da K-League na última sexta-feira. Além do português e do clube italiano, a empresa The Fasta Inc, que organizou a partida, também será investigada.

A base da investigação é uma queixa feita pelo advogado Oh Seok-hyun a pedido de cerca de duas mil pessoas que pagaram ingresso para ver Cristiano Ronaldo em campo. O que acabou não acontecendo – o camisa 7 ficou o jogo inteiro no banco.

– Se não conseguirmos encontrar provas claras de engano propositado, nenhum caso de fraude pode ser aberto, e a polícia não pode intervir, uma vez que isso iria transformar o caso num caso civil – revelou uma fonte ao jornal sul-coreano.

A direção da K-League emitiu uma nota recriminando a Juventus em relação ao clube não ter se desculpado pela ausência de Cristiano Ronaldo.

“A K League registra claramente nossa profunda indignação e decepção com o comportamento irresponsável da Juventus, e pedimos veementemente à Juventus que ofereça um sincero pedido de desculpas e explique o motivo da não comparência de Ronaldo (…) Ronaldo não jogou nem por um minuto contrariando a garantia contratual de que jogaria por pelo menos 45 minutos. No entanto, a resposta da Juventus não ofereceu nenhum pedido de desculpas nem explicou o que exatamente aconteceu”, diz o comunicado.

CR7 dá trombada em policial

Uma imagem inusitada, e que nada tem a ver com a investigação, também chamou a atenção. Após o amistoso, torcedores invadem o gramado para tentar uma foto ou algum contato com Cristiano Ronaldo. A polícia prontamente entra em ação, mas Cristiano Ronaldo, em tom de brincadeira, dá uma trombada em um dos policiais que, num primeiro momento, parece que vai reagir. Mas ao perceber quem era, recua e volta as atenções ao torcedor (veja abaixo)

Fonte: GE

Créditos: GE