Esportes

Luxa pede calma após goleada, mas diz: "Trabalhamos para buscar o título"

A empolgação após a goleada por 4 a 0 sobre o Ituano, pela estreia no Campeonato Paulista, durou pouco para Vanderlei Luxemburgo. Depois da convincente vitória de hoje (22), o técnico pediu, repetidas vezes, por "calma" na análise sobre o desempenho do Palmeiras, especialmente pela segunda etapa. Ao mesmo tempo, assegurou que o elenco trabalha com apenas um objetivo: ser campeão estadual.

Em entrevista coletiva concedida depois da partida, Luxa destacou o placar vantajoso, mas procurou ressaltar os maiores objetivos palmeirenses na temporada. A equipe alviverde sofre com um jejum de 12 anos sem conquistar o Paulistão — o último troféu veio em 2008, com o mesmo Luxa.

"Jogamos bem, tivemos segurança. Mas, se perdermos no domingo, as perguntas serão diferentes. Temos que trabalhar para ganhar o campeonato. Na minha cabeça, temos que trabalhar para terminar a primeira faz em primeiro. A primeira colocação me dá vantagem de jogar em casa. Temos que correr atrás disso. Tem que ter calma", afirmou Luxemburgo.

"Não estou feliz demais [com a vitória por 4 a 0], tem que ter calma. Tem clássico domingo e temos que nos preparar bem. O São Paulo é um rival forte e trabalha bem, temos que ter calma", ponderou.

Luxa reconheceu a evolução palmeirense durante o jogo. Depois de um primeiro tempo tímido, sem muitas oportunidades, a equipe cresceu com a entrada de Gabriel Verón na vaga de Raphael Veiga e construiu a goleada por 4 a 0. Ter um atacante abriu espaços e fez o time alviverde jogar mais solto.

"No segundo tempo, tirei um jogador de meio [Veiga], que negocia mais a bola, para botar mais velocidade [Verón], principalmente em cima do lateral direito. Puxei o Dudu para abrir espaço aos laterais. Tirei o Luiz Adriano para evitar qualquer tipo de problema. O Zé Rafael entrou bem como segundo volante, é muito versátil. Foi tudo muito bom no segundo tempo", comemorou.