Esportes

Lewandowski se isola na ponta da Chuteira de Ouro, mas ainda sofre ameaça

Classificação e Jogos

Principal destaque do futebol mundial nessa fase de retomada pós-pandemia do novo coronavírus (Covid-19), Robert Lewandowski acaba de assumir a liderança isolada da Chuteira de Ouro.

O centroavante polonês chegou a 58 pontos na corrida pelo prêmio de artilheiro dos campeonatos nacionais da Europa ao marcar duas vezes na goleada por 5 a 0 aplicada pelo Bayern de Munique sobre o Fortuna Düsseldorf, sábado.

O camisa 9, que tem média de um gol por partida nas quatro rodadas disputadas desde a volta do Campeonato Alemão, soma agora quatro pontos (dois tentos) de vantagem para o italiano Ciro Immobile, da Lazio, segundo colocado na disputa.

O vice-líder da Chuteira de Ouro ainda aguarda o retorno do Calcio, previsto para 20 de junho, para retomar a briga com Lewandowski pelo troféu.

Immobile ainda tem mais 12 partidas para acumular gols e pontos na corrida pelo posto de goleador máximo do Velho Continente. Já o polonês só disputará, no máximo, mais cinco jogos da Bundesliga.

Outra novidade do fim de semana na Chuteira de Ouro foi a entrada de Jadon Sancho no top 10. O jovem astro inglês do Borussia Dortmund anotou um hat-trick (três gols em um jogo) no 6 a 1 aplicado sobre o Paderborn, no domingo, chegou a 34 pontos e empatou na décima posição com Pierre-Emerick Aubameyang (Arsenal) e Romelu Lukaku (Inter de Milão).

Os dois maiores vencedores da história do prêmio estão no top 10 da temporada. O português Cristiano Ronaldo (Juventus), que já ganhou quatro troféus, está na quinta colocação, com 42 pontos.

Atual vencedor e hexa-artilheiro da Europa (2010, 2012, 2013, 2017, 2018 e 2019), o argentino Lionel Messi (Barcelona) tem quatro pontos a menos e aparece logo na sequência, empatado em sexto com o inglês Jamie Vardy, do Leicester.

O futebol brasileiro mais uma vez está longe da briga pela Chuteira de Ouro. O representante da nação pentacampeã mundial mais bem classificado é João Pedro, ex-Santos e Atlético-MG, que defende o Cagliari, e ocupa o 14º lugar, com 32 pontos. Neymar, que já não pode mais pontuar nesta temporada devido ao encerramento precoce do Campeonato Francês, tem 26 pontos e é o 30º.

O país não fatura a taça desde 2001/2002, quando Jardel (Sporting) foi o goleador máximo da temporada europeia. O ex-centroavante do Grêmio também levantou o troféu em 1998/1999. Além dele, apenas Ronaldo (1996/1997) já colocou o país no lugar mais alto do pódio.

O "Blog do Rafael Reis" publica a cada terça-feira uma nova parcial da disputa.

Confira o top 10 da Chuteira de Ouro

1º - Robert Lewandowski (POL, Bayern de Munique) - 58 pontos (29 gols)
2º - Ciro Immobile (ITA, Lazio) - 54 pontos (27 gols)
3º - Timo Werner (ALE, RB Leipzig) - 50 pontos (25 gols)
4º - Erling Haaland (NOR, Borussia Dortmund*) - 44 pontos (26 gols)
5º - Cristiano Ronaldo (POR, Juventus) - 42 pontos (21 gols)
6º - Jamie Vardy (ING, Leicester) - 38 pontos (19 gols)
Lionel Messi (ARG, Barcelona) - 38 pontos (19 gols)
8º - Kylian Mbappé (FRA, Paris Saint-Germain) - 36 pontos (18 gols)
Wissam Ben Yedder (FRA, Monaco) - 36 pontos (18 gols)
10º - Jadon Sancho (ING, Borussia Dortmund) - 34 pontos (17 gols)
Pierre-Emerick Aubameyang (GAB, Arsenal) - 34 pontos (17 gols)
Romelu Lukaku (BEL, Inter de Milão) - 34 pontos (17 gols)

*Dez gols pelo Borussia Dortmund e 16 pelo Red Bull Salzburg