Esportes

Juca: "Flamengo é maior e dá mais audiência. Precisa fazer valer o que tem"

Campeão da Libertadores e do Brasileirão e vice-campeão mundial em 2019, o Flamengo iniciou o Campeonato Carioca deste ano em busca do bicampeonato, mas sem contrato para a transmissão de seus jogos na TV, em negociação que não avançou com a TV Globo.

Durante o segundo bloco do podcast Posse de Bola #16, os jornalistas analisaram o momento rubro-negro na abertura da temporada e apontaram que o time está correto em tentar ganhar um valor superior devido ao seu patamar atual no futebol do Rio de Janeiro e do Brasil. A Globo que arque com a elevação da cotação de, digamos, uma de suas principais atrações.

"O Flamengo é maior do que os outros, o Flamengo dá mais audiência e o Flamengo hoje é o campeão da Libertadores, heptacampeão brasileiro. Se neste momento, depois de tanto amargor, o Flamengo não fizer valer a situação que tem, vai fazer quando? Ou o Corinthians não é maior do que os outros em São Paulo? É! Em matéria de pujança, de potencial, é. É muito mais equilibrada, não apenas equilibrada porque a diferença numérica não é tão grande, como pela diferença de poderio econômico, de consumo de cada uma das torcidas, mas no Rio é disparado o Flamengo", disse Juca Kfouri.

Mauro Cezar Pereira criticou o que considera uma mudança de foco em parte da imprensa de colocar o Flamengo como arrogante devido a declarações de seu presidente, quando o clube está brigando por valores como já fizeram Athletico e Palmeiras no ano passado com a mesma emissora.

"O mais importante que está acontecendo é o seguinte: três clubes endureceram com a TV Globo nos últimos tempos. O Athletico não vendeu o pay-per-view e ponto final, e faturou como nunca na última temporada porque vendeu bem alguns jogadores e, além de ter vendido bem, ganhou prêmios, inclusive o prêmio mais desejado que é o da Copa do Brasil, que é uma bolada. O Palmeiras no ano passado também, os primeiros jogos do Palmeiras não tiveram televisão, o Palmeiras jogou com o CSA lá no Nordeste e não teve televisão. Depois entrou em acordo com o Grupo Globo, como é chamado. E agora o Flamengo", disse Mauro Cezar.

"Isso não é coincidência, são três clubes que têm saúde financeira, são três times que quando vão sentar à mesa com a TV Globo, e poderia ser com a Record, com qualquer outra emissora, qualquer outro grupo, poderia ser com o DAZN, qualquer um, não chegam com o pires na mão. Então ninguém vai botar a faca no pescoço do Flamengo, do Palmeiras e do Athletico", completou.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.