Esportes

Jogador do Porto se irrita com ordem de técnico, isola bola e recebe cartão

O Porto venceu o Tondela, por 3 a 1, hoje, resultado que, com o empate por 1 a 1 do Benfica com o Famalicão, coloca o time a um ponto do caneco do Campeonato Português. Mas o fator mais destacado foi um ato protagonizado por Marega.

Quando o jogo estava 2 a 1, já nos acréscimos, o atacante (que fizera o segundo gol portista) sofreu um pênalti. Ele pegou a bola para cobrar a penalidade. Entretanto o treinador Sérgio Conceição, do banco, mandou avisar que queria que o garoto Fabio Vieira cobrasse o tiro livre.

Marega ficou irritado, pegou a bola que já estava na marca do pênalti e a isolou para a lateral. Pela atitude, levou cartão amarelo.

O atacante foi o único que não comemorou o tento marcado pela revelação de 20 anos e que definiu o resultado. Manega ainda bateu boca com o companheiro Danilo.

Quando o jogo acabou e todo o time festejava o resultado que praticamente garante o título, Marega deixou o gramado sem falar com ninguém e foi para o vestiário. Na saída do estádio, ele não deu entrevistas.

Marega, do Porto, se revoltou ao ouvir ordem do técnico para não cobrar pênalti - Reprodução - Reprodução
Marega, do Porto, se revoltou ao ouvir ordem do técnico para não cobrar pênalti
Imagem: Reprodução

Já o treinador Conceição disse que tudo não passou de um momento de sangue quente do jogador e colocou panos quentes. "Tudo foi prontamente resolvido no vestiário", disse.

Mais tarde, em suas redes sociais, Marega se desculpou. "Desculpem pelo meu comportamento! Agora falta uma vitória para ser campeão", disse nas redes sociais.