Esportes

'JAMAIS ACONTECEU': Marta nega que tenha viajado machucada

'JAMAIS ACONTECEU': Marta nega que tenha viajado machucada

Marta entrou em campo pela primeira vez na Copa do Mundo de 2019 contra a Austrália. Voltando de lesão, a camisa 10 deixou o campo no intervalo para a entrada de Ludmila, e assistiu do banco de reservas a virada das australianas.

Claramente revoltada com o resultado e a arbitragem da partida, Marta negou boatos de que já teria viajado lesionada para a Copa do Mundo – ela sofreu uma lesão de grau 1 na coxa durante a preparação.

Marta domina a bola em Brasil x Austrália, marcada por Ellie Carpenter

“Teve até gente no Brasil insinuando que eu vim machucada e isso jamais aconteceu. Eu seria a primeira a pedir pra ir embora. Um absurdo!”, lamentou Marta. Ela segurou as lágrimas ao falar sobre o assunto em entrevista após a partida. “Colocaram em dúvida até o trabalho que eu faço com meu clube”, afirmou.

Arbitragem

Marta avaliou bem o desempenho da Seleção, mas aproveitou para criticar a arbitragem após a partida. Ela afirmou que a equipe pode jogar de igual para igual contra as outras seleções.

“Triste pelo resultado e por tudo que aconteceu no jogo, mas deixamos claro que temos capacidade de jogar de igual para igual contra qualquer adversário. Poderíamos ter saído com o empate se a arbitra marcasse o pênalti claríssimo, mas a gente não pode lamentar porque é parte do jogo”, comentou.

“Tem que partir mais das meninas dentro de campo para pressionar a árbitra. Mas acho que foi tão rápido que algumas meninas não viram. A Andressa, muito focada e sem querer perder tempo, deixou passar. Mas isso não pode acontecer, porque se tem a tecnologia tem que favorecer pras duas equipes e prejudicou a gente hoje”, pediu.

Marta afirmou ainda que sentiu cansaço em sua estreia no Mundial da França. A camisa 10 afirmou que não sentia mais dores antes de entrar em campo, mas precisava retomar o ritmo. “Vamos trabalhar para isso. Por mais que eu já não estivesse sentindo nada, já vinha bastantes dias sem treinar assim com tanta intensidade”, explicou.

A Seleção Brasileira volta a campo na próxima terça-feira (18) contra a Itália, na última partida pelo Grupo C da competição. O Brasil segue na liderança da chave, com três pontos, ao lado da Austrália e da Itália.

Fonte: Terra

Créditos: Terra