Esportes

Inter vê Gustagol como "oportunidade" para terminar com improvisação

O Internacional trata o acordo com o Corinthians pelo empréstimo de Gustagol como oportunidade de mercado. Conforme revelou o UOL Esporte, o atacante chega a Porto Alegre em contrato até o final da temporada e desembarca com o status de boa opção para a vaga de Paolo Guerrero. Atualmente, o elenco não tem substituto para o peruano e chegou a improvisar Thiago Galhardo na função.

A previsão para o resto do ano também pesou na decisão de fechar negócio. O clube gaúcho trabalha com o cenário de frequentes baixas de Guerrero ao longo da temporada, em virtude da Copa América e eliminatórias para Copa do Mundo.

Relacionadas

Diego Souza marca no fim, Grêmio vence o Inter e está na final do 1º turno

Coudet afirma que derrota no Gre-Nal foi dolorida: "O grupo merecia mais"

Inter sai do Gre-Nal com 'pacote negativo' às vésperas da Libertadores

Na quinta-feira, o Inter fechou acordo para prorrogação do contrato do camisa nove. Agora, o vínculo se estende até dezembro de 2021. Na prática, mais seis meses de compromisso.

Paralelo ao acordo com Guerrero, o Internacional buscou alternativas no mercado da bola para o ataque. Um pedido de Coudet, mas também uma dificuldade do clube gaúcho.

Gustagol entrou no radar do Inter desde dezembro, mas à época o Corinthians só aceitava negociação por transferência definitiva e com valores considerados elevados. Com a eliminação para o Guaraní-PAR, o clube paulista cedeu e passou a considerar empréstimo.

Foi aí, então, que o Inter enxergou oportunidade de negócio.

A ideia da diretoria colorada é agregar mais um atacante com características para jogar dentro da área. Com finalização como principal atributo. A partir disso, Eduardo Coudet poderá ter uma opção a mais no elenco.

Pode parecer um argumento raso, mas os primeiros jogos do ano mostram que não é bem assim. Sem Guerrero, o Internacional improvisou até Thiago Galhardo dentro da área.

O Internacional volta a campo diante do Tolima-COL, quarta-feira (19), no jogo de ida da fase três da Copa Libertadores. O duelo vale vaga no grupo E da etapa de grupos do torneio.