Esportes

Inter estreia com vitória fora após 11 anos e ganha fôlego após Gre-Nal

O gol de Paolo Guerrero, no segundo tempo do jogo contra o Coritiba, garantiu mais do que três pontos ao Internacional. A conclusão certa do peruano fez o time de Eduardo Coudet obter algo que o clube não conseguia há mais de uma década: vencer na estreia do Campeonato Brasileiro como visitante. A reboque, vem maior fôlego para a equipe e o treinador.

Coudet e jogadores sofreram grande contestação depois do Gre-Nal 426, válido pela final do segundo turno do Gauchão. Na sexta, torcedores tentaram invadir o CT do clube.

A arrancada com vitória no Brasileirão ajuda bastante. O desempenho no Paraná não foi de encher os olhos, pelo contrário. Mas durante o jogo com o Coritiba a equipe melhorou. O segundo tempo teve melhor produção ofensiva, além do gol de Guerrero.

"Temos que buscar dar a volta por cima, buscar dar alegrias aos torcedores com vitória. Dessa maneira é mais fácil curar as feridas, com certeza", disse Eduardo Coudet.

Na história do Brasileirão de pontos corridos, o Inter teve 16 estreias. Sete delas fora de casa com, agora, duas vitórias. Antes de vencer o Coritiba, o clube ganhou como visitante somente em 2009: placar mínimo diante do Corinthians, gol de Nilmar.

De lá para cá, o Internacional empatou com o Santos por 1 a 1 em 2011, ficou no 2 a 2 com o Vitória em 2013 e mais recentemente levou 3 a 0 do Athletico-PR. Em 2015.

"As estatísticas existem para vários momentos e vários pontos de vista. Essa é mais uma, mas não muda em nada o nosso pensamento", comentou Alessandro Barcelos, vice de futebol.

O time gaúcho volta a campo contra o Santos, no estádio Beira-Rio, na quinta-feira.