Esportes

Fraude com apostas em 'jogo fantasma' movimenta até R$ 10 milhões no país

Um esquema de fraude com apostas e partida de futebol "fantasmas" chegou a movimentar até R$ 10 milhões em casas de apostas pelo mundo — mesmo sem que jogadores entrem em campo, já que os jogos estão suspensos por conta da pandemia de coronavírus.

A TV Globo revelou a investigação de um jogo fantasma marcado para 25 de março entre os clubes Andraus, do Paraná, e Grêmio Serrano, da Paraíba. Um volume milionário foi movimentado em 200 casas de apostas em todo o mundo durante o chamado "jogo-treino", mas há fortes indícios de que a partida não aconteceu de fato.

"O jogo fantasma é uma partida que simplesmente não é jogada da forma acordada. Esses jogos são falsamente anunciados para casas de apostas e apostadores com a intenção de obter ganhos no mercado de apostas", explicou o analista de integridade Matias Mendez, durante a reportagem.

Mendes trabalha em uma agência que monitora sites de apostas no Uruguai e, quando o valor ou a movimentação é atípico, as casas de aposta recebem um alerta de que o jogo é suspeito.

Reprodução/Globo
Imagem: Reprodução/Globo

Para se ter ideia, no final de março, quando os jogos já estavam suspensos em quase todo o mundo, um alerta surgiu na Ucrânia: quatro jogos fantasmas movimentaram juntos quase R$ 3 milhões em apostas. A polícia ucraniana agora investiga o caso.

O Fantástico procurou os representantes dos clubes.

O advogado do paranaense Andraus insiste que o jogo contra o Serrano aconteceu. Ele alega que trata-se de um jogo-treino e prometeu apresentar provas de que a partida ocorreu, mas não o fez até a noite de hoje.

O Serrano, por sua vez, diz que jogou com atletas que não eram seus. "O time não se deslocou ao Paraná", afirmou o advogado do clube paraibano.