Esportes

Ex-massagista da Seleção Brasileira, Luizão morre aos 70 anos

O ex-massagista da Seleção Brasileira de Voleibol, Luiz Carlos Souza, mais conhecido como Luizão, morreu hoje em Taboão da Serra, Região Metropolitana de São Paulo, onde morava com a família. Já debilitado, ele lutava contra complicações da diabetes há algum tempo.

Luizão esteve presente em seis Olimpíadas e cinco Jogos Pan-Americanos, além de inúmeros torneios internacionais. Seu último clube foi o Vôlei Renata, de Campinas (SP), onde trabalhava há cerca de dez anos.

Relacionadas

Sheilla: Se der para ir para Tóquio vou. Se não, já fiz muito pela seleção

Vasco envia carta à Conmebol por racismo sofrido na Bolívia

"Hoje tem gol do Gabigol": Flamengo e atacante são notificados por cartaz

Ele deixa a mulher, Maria Helena Calmon de Souza, três filhos e três netos.

No Instagram, o Vôlei Renata fez uma homenagem ao massagista. "Gestores, membros da comissão técnica e jogadores prestam condolências à Helena, sua esposa, Hérica, Heloísa e Júnior, seus filhos, e Luis Antônio e Maria Luiza, seus netos, e deseja força neste momento de dor tão profunda", escreveu.

Consternado, o Vôlei Renata comunica o falecimento de seu massagista Luis Carlos Souza, o Luizão. . Presente em seis Jogos Olímpicos, inúmeros campeonatos mundiais e querido por esportistas de todo Brasil, Luizão faleceu nesta quinta-feira (20) em Taboão da Serra-SP, onde morava junto com a família. . Gestores, membros da comissão técnica e jogadores prestam condolências à Helena, sua esposa, Hérica, Heloísa e Júnior, seus filhos, e Luis Antônio e Maria Luiza, seus netos, e deseja força neste momento de dor tão profunda. . Entraremos em quadra hoje (20) para enfrentar Taubaté porque uma das coisas que Luizão mais amava na vida era o nosso time e seu trabalho. Não sabemos qual seria homenagem maior do que essa.

Uma publicação compartilhada por Vôlei Renata (@voleirenata) em

A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) também usou a rede social para falar de Luizão. "Luizão trabalhou no voleibol por 35 anos [...] e tornou-se uma das figuras mais queridas da modalidade. [...] A CBV se solidariza com a esposa Maria Helena Calmon Souza, familiares e amigos de Luizão", publicou.

A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) lamenta o falecimento do massoterapeuta da equipe Vôlei Renata (SP), com diversos anos de serviços prestados à seleção brasileira, Luiz Carlos Souza, o Luizão, que nos deixou nesta quinta-feira (20.02). Luizão trabalhou no voleibol por 35 anos, foi a cinco Jogos Olímpicos e cinco Jogos Pan-Americanos e tornou-se uma das figuras mais queridas da modalidade. Antes das partidas pela sétima rodada da Superliga Banco do Brasil masculina, nesta quinta-feira, serão respeitados nos jogos um minuto de silêncio em homenagem a Luizão. A CBV se solidariza com a esposa Maria Helena Calmon Souza, familiares e amigos de Luizão. #SuperligaEmoçãoPontoAPonto #voleibol #SuperligaBancoDoBrasil #BancoDoBrasil #tamojuntonessegame #AsicsVolleyball #IMoveMe #MikasaBrasil

Uma publicação compartilhada por Conf. Brasileira de Voleibol (@cbvolei) em

Ainda houve homenagens de Bruninho — "um dos caras mais queridos do voleibol!" —, Giba — "uma pessoa muito amada e que todos respeitavam!" — e Serginho — "você estará sempre no meu coração".