Esportes

'Eu com certeza poderia ter participado da Copa de 1994', diz Evair

O ex-atacante Evair afirmou que esperava estar na lista de convocados para a Copa do Mundo de 1994. Então jogador do Palmeiras - bicampeão paulista e brasileiro em 1993 e 1994 -, Evair estranhou não ter o nome na lista final após participar de todos os jogos das Eliminatórias Sul-americanas.

"A Copa de 1994, com certeza, era a que eu podia ter participado. Eu fiz 53 gols naquele ano. Participei de todos os jogos das Eliminatórias e, na convocação final faltou meu nome. Foi a única vez que eu não fui convocado. (...) Dificilmente alguém faz 53 gols no ano. E naquele ano eu fiz. Ir para o Mundial seria normal em qualquer outro país", declarou em entrevista ao Expediente Futebol, do Fox Sports.

Outro motivo que fez Evair acreditar que estaria na lista de Parreira foi o apoio pessoal ao treinador no momento mais difícil do Brasil nas Eliminatórias - após a derrota para a Bolívia por 2 a 0 em La Paz, que marcou o primeiro revés da seleção brasileira na competição.

"Quando a gente perdeu uma partida nas Eliminatórias - a primeira da história -, justamente sob o comando do Parreira, ele pensou em entregar o cargo. Eu fui um dos que fui falar com ele, para que ele não fizesse aquilo, porque tinha certeza que a seleção daria a volta por cima. Pode não ter jogado um grande futebol, mas foi campeã do mundo. Isso faltou na minha carreira", contou.

Evair afirmou que logo após encerrar sua carreira, o fato de não ter ido a uma Copa do Mundo era uma das coisas em que mais pensava.

"Assim que eu parei de jogar, eu senti uma tristeza muito grande em relação a não ter tido a chance de jogar uma Copa do Mundo. Naquele momento, eu vi que não ia mais ter a chance. Pensava muito naquilo. Hoje, não penso tanto mais", completou.