Esportes

Elenco do Flu apoia decisão da diretoria de ser contra volta ao futebol

Classificação e Jogos

A diretoria do Fluminense tem ganho o apoio do elenco em sua firme decisão de ser contra a volta do futebol neste período de alta nos casos de Covid-19, como sugere o Presidente da República, .

O presidente tricolor, Mário Bittencourt, por exemplo, sequer compareceu à reunião ontem (24) com o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, onde ficou determinado com os demais clubes cariocas que o Campeonato Estadual voltará no próximo dia 14 com portões fechados. O Botafogo foi outro que não se fez presente.

"Nesse momento, não me sinto totalmente seguro, até pensando na minha família e nos demais funcionários envolvidos. Não tenho como falar em nome de todo elenco, mas sei que outros jogadores pensam de forma parecida. O grupo tem uma relação muito boa entre si e também com a diretoria. A gente confia nas decisões da direção, no presidente. Temos uma relação bem transparente. Particularmente, estou de acordo com os posicionamentos que vem sendo tomados", declarou o zagueiro Nino ao UOL Esporte.

O atacante Marcos Paulo compartilha do mesmo pensamento, e elogia a postura de Mário Bittencourt.

"Ele sempre conversa com a gente, está pensando em todo mundo. Acho que está fazendo certo, liberar só quando a situação melhorar. Se não houver respeito, a gente não vai conseguir sair dessas. Estamos treinando em casa, firme, para não deixar cair. Então todo mundo está trabalhando bastante e apoiando o Mário nessa postura", declarou ao canal do jornalista André Marques no Youtube.

Diferentemente de Fluminense e Botafogo, o Flamengo já iniciou seus treinamentos mesmo sem a liberação das autoridades. Já o Vasco se mostrava a favor do retorno, e só aguardava o sinal verde da Prefeitura para voltar com suas atividades.