Esportes

Dono de clube da segunda divisão da Inglaterra é diagnosticado com covid-19

Dono do Nottingham Forest, Evangelos Marinakis foi diagnosticado com covid-19. Além do clube da segunda divisão da Inglaterra, o o magnata grego também é dono do Olympiacos, da Grécia. O anúncio foi feito pelas redes sociais.

O empresário grego, de 52 anos, disse que estava bem e recebendo tratamento. "O vírus recente me visitou e me senti obrigado a informar o público", informou em publicação no Instagram. "Sinto-me bem ao tomar todas as medidas necessárias e eu estou obedecendo as instruções dos médicos", completou.

Relacionadas

Klopp diz que jogaria com portões fechados por conta do coronavírus

Coronavírus: Presidente de time italiano é diagnosticado com covid-19

Doente, Mbappé não treina e aumenta incerteza sobre presença em jogo do PSG

#Marinakis #HealthStatement #Message

Uma publicação compartilhada por Evangelos Marinakis (@evangelos.marinakis) em

Marinakis foi diagnosticado na última sexta-feira (6), no mesmo dia em que esteve no estádio City Ground acompanhando a derrota do Forest por 3 a 0 para o Millwall. Agora, de acordo com a imprensa inglesa, jogadores e comissões técnicas dos dois clubes passarão por testes.

"O clube está buscando aconselhamento de profissionais médicos e dos órgãos governamentais relevantes para garantir que as medidas corretas sejam tomadas", escreveu o Nottingham Forest em comunicado oficial.

Até então, o Campeonato Inglês não havia sido afetado pela epidemia global, que tem causado a suspensão e a realização de vários jogos com portões fechados na Europa.

O vírus já infectou mais de 100 mil pessoas em todo o mundo, com mais de 3 mil mortes por covid-19. A Grécia tem várias dezenas de casos, mas nenhuma morte até agora.

*Com informações da Reuters

Comunicar erro

As mais lidas agora

Como o Flamengo se livrou da dependência da Globo para obter empréstimos

F-1 vê último ano de contrato na Globo sem saber se segue na TV brasileira

Caso Daniel: "Fui a primeira vítima daquela noite", diz Cristiana Brittes