Esportes

DENÚNCIA DO ESPORTE ESPETACULAR: três jogadores do Botafogo-PB solicitaram auxílio emergencial indevidamente; VEJA VÍDEO

DENÚNCIA DO ESPORTE ESPETACULAR: três jogadores do Botafogo-PB solicitaram auxílio emergencial indevidamente; VEJA VÍDEO

A solicitação do auxílio emergencial por irmãs do jogador paraibano Huck, noticiada em primeira mão pela reportagem do Polêmica Paraíba e com repercussão em toda imprensa nacional, foi destaque na edição deste domingo (05) do Esporte Espetacular, da TV Globo. O programa exibiu uma reportagem especial com novas denúncias envolvendo o futebol da Paraíba.

A reportagem mostrou que Givanilda Vieira de Sousa, Mayaria Késsia e Jéssica Kelly receberam R$ 1200, valor referente às mães solteiras e vulneráveis, enquanto que Gilvânia Vieira de Sousa foi beneficiada com R$ 600, mesmo com indícios de que não precisariam solicitar os recursos.

Novas denúncias no futebol da Paraíba

O Esporte Espetacular mostrou, também, que três jogadores do Botafogo da Paraíba receberam o auxílio: os goleiros Jian e Ruan e o meio campo Rogério. Segundo a reportagem, os goleiros prometeram devolver os recursos, mas Rogério não quis se manifestar.

O programa mostrou, também, que dirigentes da Federação Paraibana de Futebol (FPF) solicitaram o auxílio emergencial do Governo Federal supostamente de forma irregular.

Um dos casos é a da vice-presidente e diretora de futebol feminino da federação, Talita Gomes, de 23 anos. Segundo a reportagem, ela é herdeira de família que tem lojas em João Pessoa e uma fábrica. Ela é neta de Rosilene Gomes, que comandou a FPF por mais de 20 anos. Procurada, Talita informou à reportagem que devolveu os valores recebidos.

O diretor de registros da FPF, Gerson Júnior, que tem três carros registrados em seu nome e remuneração mensal, não respondeu aos questionamentos da reportagem.  “O cidadão que dispõe de recursos patrimoniais, recursos financeiros, precisa atentar para questões da moralidade e não tentar receber o benefício, que ele não necessita”, ressaltou.