Esportes

Coutinho ganha 2ª taça pelo Bayern com só 36 minutos em campo após retomada

Classificação e Jogos

Você lembra de ter visto Philippe Coutinho jogando desde que o futebol voltou na Europa após a paralisação devido à covid-19? Pois bem, a resposta na maioria dos casos é 'não', e tem um motivo: o brasileiro só atuou em duas partidas pelo Bayern de Munique neste retorno, em um total de 36 minutos. Ainda assim, venceu o Campeonato Alemão e a Copa da Alemanha, hoje, em que entrou aos 42 do segundo tempo.

Depois de fracassar na transferência milionária em que deixou o Liverpool e foi para o Barcelona, em 2018, Coutinho se mudou para a Alemanha nesta temporada a fim de tentar se reencontrar. As boas atuações no clube inglês, no entanto, também não foram repetidas no gigante bávaro e, agora, o empréstimo do meio-campista se encaminha para um fim melancólico.

Cada vez mais coadjuvante na equipe do Bayern, o brasileiro que até pouco tempo tinha vaga consolidada no meio-campo da seleção brasileira teve o contrato prolongado até agosto para que pudesse terminar a temporada.

Apesar de ganhar mais dois meses (julho e agosto) na Alemanha, Coutinho teve o salário reduzido em 50% e não deve seguir no clube, como noticiou o jornal alemão "Bild".

Campeão duplo em seu país, o Bayern aguarda o retorno da Liga dos Campeões para finalizar a temporada. Na Champions, os alemães venceram o Chelsea por 3 a 0 na ida das oitavas de final e podem perder por até dois gols de diferença que avançam às quartas.

Por que só 36 minutos?

O Bayern de Munique voltou a disputar partidas oficiais no fim de maio. De lá para cá, foram 11 jogos e 11 vitórias —foi assim que os comandados de Hans-Dieter Flick confirmaram o amplo favoritismo nas competições locais e os dois títulos.

Na maioria dos jogos, atuou com a formação 4-5-1. No meio, dois volantes (Kimmich e Goretzka) e três jogadores mais avançados: Gnabry, Muller (centralizado) e Coman, pela esquerda.

Coutinho, reserva direto de Gnabry, rendeu melhor em esquemas 4-3-3 e 4-1-4-1 nos últimos anos, como é na seleção, no Barcelona e no Liverpool, e não conseguiu se encontrar na temporada pelo Bayern. Ainda tem a Liga dos Campeões.

Tanto é que a minutagem em campo é mais frustrante se analisados os contextos. Coutinho participou dos últimos dois compromissos do campeão alemão: foram 28 minutos na goleada por 4 a 0 sobre o Wolfsburg na última rodada da Bundesliga, em que o título já estava confirmado. Neste sábado, na conquista da copa, foi a campo aos 42 minutos do segundo tempo. Ficou até o final, claro, mas, quando entrou, seu time já vencia por 4 a 1 —depois, aos 50, Havertz descontou para o Bayer.