Esportes

Coronavírus: por clubes pequenos, Romário faz apelo à CBF

O ex-atacante e hoje senador Romário fez um apelo em seu Facebook para que a CBF ajude os clubes de menor expressão do Brasil diante da pandemia do coronavírus.

Na publicação, o Baixinho deixou claro que a preocupação maior, no momento, é com as vidas das pessoas, mas relembrou a dificuldade que as equipes de pequeno porte terão pela frente.

"A paralisação dos campeonatos devido à pandemia do covid-19 continua deixando a comunidade do futebol brasileiro apreensiva quanto aos seus efeitos. Sim, todos sabem da importância de parar neste momento. Não há discussão sobre isso. O que preocupa todos, sobretudo os clubes de menor estrutura, é como irão pagar a folha salarial de seus jogadores e funcionários. Os clubes grandes ainda têm lastro financeiro para fazer ajustes e continuar operando. E os pequenos?", iniciou Romário.

"Como fazer? Mais uma vez, pedimos à CBF que ajude esses clubes menores, sobretudo os que disputam os campeonatos estaduais pelo Brasil afora, para que não encerrem suas atividades e deixem milhares de trabalhadores desempregados. Isso pode ser feito mediante não somente isenção de taxas cobradas pelas federações, mas principalmente aporte de recursos diretos pela entidade, que conta hoje com sobra de caixa", continuou.

Romário deu uma sugestão para tentar controlar o problema. "Uma sugestão seria usar parte do Fundo de Legado da Copa do Mundo de 2014, pago pela FIFA. A própria entidade máxima do futebol já apresentou um plano para investir mais de R$ 7 bilhões das suas reservas para minorar os impactos dessa grave crise nos gramados. Apelo, mais uma vez, à sensibilidade do Presidente Rogério Caboclo para que a CBF faça a sua parte e ajude os nossos pequenos clubes, tão importantes para a geração de emprego e renda em nosso país".