Esportes

Clube pagará R$ 20 milhões | Corinthians fecha contratação de Luan e tem 1º grande reforço

Clube pagará R$ 20 milhões | Corinthians fecha contratação de Luan e tem 1º grande reforço

O meia-atacante Luan, do Grêmio, é o primeiro reforço do Corinthians para 2020 no Mercado da Bola. Já houve um acerto entre as três partes, restando apenas a assinatura. Segundo apurou o UOL Esporte, o melhor jogador da América do Sul em 2017 assinará contrato por quatro temporadas. A data do encontro para sacramentar a assinatura e burocracias será definida nas próximas horas.

A reportagem ainda apurou que o Corinthians pagará R$ 20 milhões por 55% dos direitos econômicos do atleta.

Inicialmente, o Corinthians não liberou nenhum jogador em troca para o clube gaúcho. No entanto, a negociação fechou com essa pendência, e o Grêmio ainda pode receber um atleta do clube de Parque São Jorge na transação.

Luan chega ao Corinthians após o pedido do técnico Tiago Nunes, que deixou o Athletico-PR nesta temporada e assume o time alvinegro em janeiro de 2020.

O camisa 7 do Grêmio chegará ao Corinthians com a missão de suprir a posição mais carente do elenco: meia centralizado. Em 2019, diversos jogadores foram testados como "maestro", casos de Jadson, Sornoza, Mateus Vital, Régis e até Vagner Love.

Entretanto, nenhum deles engrenou e expõe a necessidade de reforçar o setor. Por fim, o Corinthians terminou a temporada com Pedrinho fazendo a função de meia centralizado. Vale ressaltar que Luan e Pedrinho também sabem atuar pelos lados do campo.

Segundo fonte consultadas pelo UOL Esporte, não há confirmação até o momento no Grêmio.

Michael segue na mira

Após fechar com Luan, o Corinthians segue com o atacante Michael, do Goiás, na mira. O clube paulista ofereceu R$ 20 milhões por 50% dos direitos econômicos do jogador. A diretoria corintiana ainda pretende envolver alguns atletas de seu elenco na transação para abater o valor oferecido aos goianos.

Inicialmente, o Goiás pede R$ 50 milhões por 70% dos direitos do atacante. Como revelou o UOL Esporte, Michael e seus representantes podem ceder parte de seus direitos ao clube goiano para facilitar o desfecho do negócio.