Esportes

Clássico amanhã | Grêmio refeito, Inter abalado: como chegam os times para o Gre-Nal

Clássico amanhã | Grêmio refeito, Inter abalado: como chegam os times para o Gre-Nal

Grêmio e Inter entram em campo amanhã (3), às 18h (de Brasília), para a disputa do clássico Gre-Nal, pela 30ª rodada do Brasileiro. E os jogos anteriores ao duelo criaram cenários opostos. Enquanto o Colorado se vê abalado e instável, o Tricolor se recuperou da goleada para o Flamengo e embalou.

O Grêmio joga em casa e vem de dois bons resultados. Venceu Botafogo e Vasco depois de levar 5 a 0 do Flamengo e ser eliminado da Libertadores. O clima, que poderia estar abalado ou mesmo entristecido pela queda na competição continental, rapidamente foi refeito e o ambiente é totalmente positivo.

"O time está muito bem, conseguimos dois bons resultados depois de sair da Libertadores. Pensamos apenas no Inter, em nos preparar bem e conseguir fazer um bom jogo, que é o mais importante", disse o zagueiro Kannemann.

Com o desempenho e os resultados conquistados recentemente, o Grêmio passou o Inter na classificação e mira vaga no G-4.

E se o lado azul do Rio Grande está consolidado, o vermelho passa longe disso. O vice-campeonato da Copa do Brasil provocou um abalo que ainda não foi superado no Beira-Rio. O Inter oscilou, trocou de treinador e ainda sofre os efeitos da derrota para o Athletico-PR.

"O Gre-Nal é um jogo que nunca tem favorito, independente dos momentos das equipes. É um jogo muito disputado, pegado, não tenho dúvida que será assim. As duas equipes disputam ponto a ponto a vaga na Libertadores. Realmente tem muita coisa em disputa e os atletas estarão motivados para fazer um grande jogo", disse o vice de futebol Roberto Melo.

O Colorado estreou Zé Ricardo na vitória fora de casa contra o Bahia, mas no último jogo não conseguiu bater o Athletico-PR em casa. Em meio a uma mudança de características, o comando técnico vê no clássico a chance de encerrar a turbulência e ganhar fôlego para atingir os objetivos do ano.

"Este bloco de jogos com Bahia, Athletico e Grêmio é fundamental para nos fortalecermos como ideia, nos colocarmos como candidato real à vaga na Libertadores. Certamente será uma partida com conotações diferentes. Estamos preparados", explicou o técnico Zé Ricardo.

E as fases diferentes dos times também se refletem na escalação. Enquanto o Grêmio monta a equipe conhecida, apenas com baixas forçadas por lesão, o Inter promove dúvidas e incertezas.

Neste sábado, as duas equipes encerram a preparação para o jogo. Dependendo do resultado do São Paulo, que enfrenta a Chapecoense, quem vencer poderá entrar no G-4.