Esportes

Campeonato Brasileiro | Bruno Henrique resolve, e Fla vence Athletico por 2 a 0

Campeonato Brasileiro | Bruno Henrique resolve, e Fla vence Athletico por 2 a 0

Na Arena da Baixada, o Flamengo tinha apenas uma vitória até o jogo de hoje (13). Mas nem mesmo um retrospecto tão ruim parou o time de Jorge Jesus. Com dois gols de Bruno Henrique, o Fla venceu por 2 a 0 e voltou a abrir oito pontos para o Palmeiras (58 a 50), novo vice-líder do Brasileirão. Essa é a primeira vitória do clube no estádio desde 2011. O retrospecto era negativo, com seis empates, 13 derrotas e apenas um triunfo.

Os cariocas abriram a contagem e conseguiram suportar a pressão dos donos da casa, que tiveram a maior parte das ações em campo, mas não conseguiram sair da armadilha dos visitantes, que se armaram para defender e sair em velocidade quando a bola era retomada. No fim do jogo, Bruno Henrique liquidou a fatura.

Na próxima rodada, o Fla visita na quarta-feira o Fortaleza, 20h, no Castelão. O Furacão, por sua vez, encara na quinta o Fluminense, 21h, no Maracanã.

Quem foi bem: Bruno Henrique

Não apenas pelo gol que abriu o placar na Arena da Baixada, Bruno Henrique foi o grande destaque do Fla em Curitiba. Ligadíssimo em campo, o atacante foi um pesadelo para a zaga atleticana e levou perigo o tempo todo. Mesmo quando o Fla foi mais pressionado, o atacante foi a melhor válvula de escape.

Quem foi mal: Vitinho sumido

Após a atuação decisiva contra o Atlético-MG, o atacante Vitinho esteve apagado na partida. O jogador colaborou na hora da recomposição, mas foi nulo na hora da construção ofensiva. Ante muitas baixas, a tendência é que o camisa 11 atue na próxima quarta-feira contra o Fortaleza, na Arena Castelão.

Travado! Marcelo Cirino pouco ajuda

Ex-jogador do Flamengo, Marcelo Cirino, uma das principais armas do Furacão, teve atuação discreta na Arena da Baixada. Preso entre o sistema defensivo do Fla, o camisa 10 pouco produziu e foi figura apagada em Curitiba.

Athletico: características mantidas

Ante um adversário que tentou o gol, o Furacão não fugiu de suas características e foi para cima, tornando o jogo disputado. Os paranaenses tentaram sair com velocidade, especialmente com Rony, que foi um terror para a defesa carioca. Em desvantagem no placar, Tiago Nunes mandou seu time para a frente, pressionou o adversário, mas não conseguiu transformar as chances em gol.

Flamengo: time "duela" e vence

Contra uma equipe que também batalha pela vitória, o Fla fez um duelo franco ante o rival e levou a melhor. A equipe conseguiu suportar a pressão e aproveitou as brechas para sair com velocidade. Quando esteve pressionado, o time se postou e manteve o desenho tático. Mesmo com a pressão contra, a equipe conseguiu suportar a pressão e manteve o resultado.

VAR em ação

Aos 18 do primeiro tempo, o árbitro Braulio da Silva Machado deu pênalti para o Fla após Lucas Silva ser derrubado na área. O VAR chamou para a revisão do lance e o catarinense voltou atrás de sua decisão.

Cronologia

Aos 18 do primeiro tempo, Lucas Silva caiu na área. O juiz marcou o pênalti, o árbitro de vídeo chamou, e a penalidade foi invalidada. Aos 44 minutos, Bruno Henrique abriu a contagem. Bruno Henrique marcou aos 45 minutos do segundo tempo e liquidou o jogo.

"Mister" pendurado
Jeferson Guareze/AGIF
Imagem: Jeferson Guareze/AGIF

O técnico Jorge Jesus se irritou com uma marcação do juiz Braulio Machado, e foi punido. O português reclamou e foi advertido com um cartão amarelo. Caso receba mais um, o comandante desfalca o Fla no banco de reservas.

Vestiário pronto para receber o Mengão! Crianças de seis organizações filantrópicas desenharam também os números e os nomes no nosso Manto de hoje! #CAPxFLA #Vam

Dia das Crianças

O Furacão também aproveitou a data e inovou na hora de escalar o time, Em suas redes sociais, os paranaenses divulgaram titulares e reservas com fotografias de quando os jogadores eram crianças.

Dia das Crianças 2

Assim como ocorreu na vitória contra o galo, o Fla voltou a jogar com camisas com números e nomes desenhados por crianças de instituições de caridade.

FICHA TÉCNICA
ATHLETICO X FLAMENGO

Motivo: 25ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 13 de outubro de 2019
Horário: às 16h (de Brasília)
Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)
Assistentes: Helton Nunes (SC) e Éder Alexandre (SC)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)
Gols: Bruno Henrique, aos 44 minutos do primeiro tempo; Bruno Henrique, aos 45 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Everton Ribeiro, Renê, Jorge Jesus, Bruno Henrique (FLA); Citadini, Rony, Thiago Heleno (CAP)
Cartões vermelhos:

Athlético
Léo; Madson, Leo Pereira, Thiago Heleno e Márcio Azevedo (Adriano); Wellington, Lucho González (Marco Rúben) e Léo Cittadini; Rony, Thonny Anderson e Marcelo Cirino.
Técnico: Tiago Nunes

Flamengo
Diego Alves; Rafinha (João Lucas), Rhodolfo (Thuler), Pablo Marí e Renê; Willian Arão, Gerson, Lucas Silva (Piris da Motta) e Everton Ribeiro e Vitinho; Bruno Henrique.
Técnico: Jorge Jesus