Esportes

Brasil vence o Mundial | Herói do título da sub-17 terá contrato com multa de R$ 365 mi quando fizer 18 anos

Brasil vence o Mundial | Herói do título da sub-17 terá contrato com multa de R$ 365 mi quando fizer 18 anos

Se a seleção brasileira quase ficou fora do Mundial que lhe rendeu o quarto título no sub-17, sentimento parecido viveu Lázaro, joia do Flamengo que teve papel decisivo rumo à conquista: o meia-atacante anotou os dois gols das viradas contra França (semifinal) e México (final). Ambos concluídos já nos minutos finais.

Nas duas oportunidades, Lázaro saiu do banco de reservas. Ele, aliás, esteve fora da lista inicial da Copa do Mundo e foi convocado somente depois que Juan, do São Paulo, precisou ser cortado devido a uma lesão. Até a aparição no 3 a 2 contra os franceses, havia atuado por apenas 30 minutos no triunfo sobre Angola, por 2 a 0, na primeira fase.

Eu estava bastante confiante. Eu sou um garoto que sou muito tranquilo, eu fico muito tranquilo", disse ao 'Globoesporte'.

Lázaro, depois de anotar o terceiro gol brasileiro contra a França.

"Às vezes falam até que sou tranquilo demais, meu pai, minha mãe. Eu tento passar um pouco disso para os garotos", disse.

Na noite de ontem (17), o flamenguista completou cruzamento de Yan e venceu o goleiro mexicano aos 47 minutos do segundo tempo. Ele carimbou o quarto título na categoria (1997, 1999, 2003 e 2019), conquistado com 100% de aproveitamento.

Aos 17 anos, Lázaro assinará acordo milionário com o Fla ao completar 18 anos, no dia 12 de março de 2020. O vínculo, que irá até 2025, terá multa de R$ 365 milhões (cerca de 80 mi de euros na cotação atual).

E não para por ai. A 'estrela' do Brasil no torneio realizado em Goiânia, Brasília e no Espírito Santo já se destacou em outra decisão em 2019. Na decisão do Campeonato Brasileiro sub-17, em que o Rubro-Negro bateu o Corinthians duas vezes (4 x 3 e 2 x 1), Lázaro fez três gols. Ele terminou a competição nacional com 14 gols em 15 jogos.

Vale destacar que o Brasil não havia se classificado para o Mundial da categoria, que seria disputado no Peru. Sem apresentar condições para receber o evento, o Peru perdeu também a vaga do país-sede, herdada pelos brasileiros.