Esportes

Árabes pedem rebaixamento do Cruzeiro à Série C por causa do caso Denílson

O Al Wahda, dos Emirados Árabes Unidos, pediu à Fifa o rebaixamento do Cruzeiro para a Série C do Campeonato Brasileiro por causa da dívida de R$ 5,3 milhões pela contratação de Denílson por empréstimo, em julho de 2016.

Os mineiros já perderam seis pontos na disputa da Série B por causa do débito. Porém, ainda é alvo de cobranças dos árabes na Fifa. A informação foi revelada pelo presidente Sérgio Santos Rodrigues em meio à reunião com o Conselho Deliberativo para a alienação de um imóvel.

"Temos o problema do Al Wahda, que já causou a perda de seis pontos do Brasileiro. O Al Wahda está pedindo agora a execução do não pagamento, até hoje, destes seis pontos perdidos, que podem acarretar no rebaixamento à Série C. A única punição que pode ter isso, mas nem posso pedir a explicação da gravidade", comentou.

"Nosso grande objetivo é não fazer loucura, não ter que fazer correria se a gente receber essa carta que pode causar a pior punição e daí o motivo de estarmos reunidos aqui hoje", completou.