Esportes

Adeus, Pessini

Eu trabalhava no Agora, quando o Ronaldo foi contratado. Muito trabalho. E as ideias foram acabando. Ficou apenas o dia-a-dia. Nada de matérias "fora da caixa".

O Pessini, Adriano Pessini, me chamou. Ele era o editor de esportes.

Precisamos de alguma coisa diferente.

Sei, mas estou sem ideia.

Você conhece a Esquina do Fuad, em Santa Cecília?

Não conheço.

Não faz mal. Já falei com ele. Vai lá que ele está preparando um prato novo com o nome do Ronaldo.

Era a Picanha a lá Ronaldo. Com mandioca e agrião. Fiz a matéria, com receita e tudo. E contei um pouco da história do Fuad.

Depois de abater a picanha, é lógico. Fui o primeiro a ter o privilégio. Ela continua no cardápio até hoje.

Meses depois, recebi um convite para trocar o Agora pela revista ESPN.

Liguei para o Pessini. Falei das vantagens da revista em termos salariais e do grande bônus: não haveria mais plantão aos sábados e domingos.

Caramba, é bom assim mesmo?

É, chefe.

Então, vai e me leva...

Se eu acreditasse em Céu e clichês, diria que Fuad, o cozinheiro, está de braços abertos para Adriano Pessini, especializado em jornalismo popular de qualidade. Vai na paz, amigo!!!