Esportes

1 a 1 no Brasileirão | Fluminense e Palmeiras empatam em jogo de pouca emoção

Fluminense e Palmeiras empataram hoje (12) em 1 a 1 no Maracanã, em jogo com poucas emoções, válido pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Luiz Adriano e Evanílson fizeram os gols da partida, ainda na primeira etapa. Com apenas uma finalização a gol de cada lado, chamou a atenção o número de faltas no duelo: 51.

O Tricolor chega com o resultado ao primeiro ponto na competição, já que foi derrotado pelo Grêmio na primeira rodada. O Verdão também tem um ponto, mas estreou no torneio - a partida contra o Vasco, marcada para o último domingo, teve de ser adiada por conta da final do Campeonato Paulista.

Os times voltam a atuar pelo Brasileirão no fim de semana: o Palmeiras recebe o Goiás, sábado (15), às 21h30, no Allianz Parque, enquanto o Fluminense duela com o Internacional, domingo (16), às 18h, novamente no Maracanã.

Luiz Adriano mantém fase goleadora

Autor do gol do Palmeiras na final do Campeonato Paulista, Luiz Adriano abriu o placar no Maracanã em uma jogada rápida, a partir do desarme de Vitor Hugo em Fred, aos 14 minutos. Foi oitavo gol do camisa 10 na temporada, e ele agora divide a artilharia alviverde em 2020 com Willian. O centroavante foi um dos cinco jogadores mantidos na equipe em relação aos titulares no Dérbi de sábado e teve participação decisiva mais uma vez. Por pouco, não marcou também na etapa final - seu chute de perna esquerda saiu rente à trave de Muriel.

Luiz Adriano abre o placar para o Palmeiras contra o Fluminense

Gols UOL Esporte

Volta de Fred dura pouco, e Flu cresce com Marcos Paulo

Recuperado de uma cirurgia no olho, Fred voltou com a expectativa de resolver os problemas ofensivos do Fluminense, mas sua atuação foi discreta e durou pouco: aos 32 minutos, o atacante sentiu um incômodo e deu lugar a Marcos Paulo. A troca, ainda que fora dos planos, tornou o time tricolor mais perigoso. O camisa 11, inclusive, teve participação decisiva no empate: o toque de cabeça iniciou a jogada do gol de Evaníson. Marcos tornou-se com isso o líder em assistências da equipe na temporada: são cinco.

Mudanças no Palmeiras dão errado em atuação arrastada

Vanderlei Luxemburgo decidiu colocar seis novos jogadores (Jailson, Luan, Vitor Hugo, Bruno Henrique, Raphael Veiga e Rony) no Palmeiras para que a equipe mantivesse o fôlego quatro dias depois de conquistar o Paulista. A ideia, porém, não surtiu efeito. A atuação alviverde foi arrastada, mesmo saindo em vantagem. Com o meio-campo espaçado, o Verdão não foi bem no primeiro tempo. Após o intervalo, até ficou mais com a bola, mas sem grande perigo.

Evanílson novamente é brilho solitário no Flu

Parece repetitivo, e é. Mas mais uma vez Evanílson foi o brilho solitário do opaco Fluminense em campo. Assim que reassumiu a condição de centroavante da equipe com a lesão de Fred, o camisa 99 precisou de uma chance e apenas seis minutos para balançar as redes em um lance clássico dos jogadores da posição: matada, proteção de bola e finalização certeira. Foram dos pés dele que saíram as principais jogadas de perigo do time de Odair Hellmann.

Evanilson empata para o Fluminense contra o Palmeiras

Gols UOL Esporte

Rony permanece zerado e segue sem embalar

Contratado após longa novela no começo da temporada, Rony ainda não embalou no Palmeiras. O camisa 11 foi titular no Palmeiras, mas criou pouco perigo. Em 12 jogos na temporada, o ex-jogador do Athletico ainda não conseguiu marcar e acabou substituído na etapa final.

Nenê joga mal mais uma vez e é o pior do Flu

O veterano Nenê não vive mesmo boa fase após o retorno do futebol. O meia de 39 anos, mais uma vez, viveu apenas alguns lampejos da técnica refinada que possui. Ainda sem encontrar o melhor futebol na nova função que exerce no Fluminense, o camisa 77 bem que tentou, mas errou muitos passes, atrasou contra-ataques e, se o jogo tivesse público, irritaria a torcida no Maracanã.

FICHA TÉCNICA:
FLUMINENSE 1 x 1 PALMEIRAS

Data e hora: 12 de agosto de 2020 (quarta-feira), às 21h30
Local: estádio Maracanã, no Rio de Janeiro
Árbitro: Rafael Traci (Fifa/SC)
Assistentes: Alex dos Santos (SC) e Henrique Neu Ribeiro (SC)
VAR: Rodrigo D'Alonso Ferreira (SC)

Cartões amarelos: Fred, Wellington Silva (FLU); Luan, Rony, Gustavo Scarpa (PAL)
Gols: Luiz Adriano, aos 14 minutos do primeiro tempo (0-1); Evanílson, aos 38 minutos do primeiro tempo (1-1)

FLUMINENSE: Muriel; Igor Julião, Luccas Claro, Nino e Egídio; Dodi, Yago Felipe (Ganso), Michel Araújo e Nenê (Luís Henrique); Evanílson (Wellington Silva) e Fred (Marcos Paulo). Técnico: Odair Hellmann.

PALMEIRAS: Jailson; Marcos Rocha, Luan, Vitor Hugo e Viña; Bruno Henrique (Ramires), Gabriel Menino (Patrick de Paula) e Raphael Veiga (Lucas Lima); Zé Rafael (Gustavo Scarpa), Rony (Willian) e Luiz Adriano. Técnico: Vanderlei Luxemburgo