Esportes

1 a 0 no Carioca | Lucas Silva garante vitória do Flamengo sobre o Vasco no 'clássico sub-20'

1 a 0 no Carioca | Lucas Silva garante vitória do Flamengo sobre o Vasco no 'clássico sub-20'

No Clássico dos Milhões dos meninos, os jovens da base do Flamengo se agigantaram sobre os garotos do Vasco e venceram por 1 a 0, com gol de Lucas Silva, hoje (22), no Maracanã, pela segunda rodada Campeonato Carioca. Uma reviravolta para o atacante que, no empate sem gols ante o Macaé, estreia da equipe, havia sido vaiado por parte da torcida —ele viveu sua noite de herói dias depois.

Sem seus titulares, que ainda estão de férias, o Fla foi a campo com um time todo formado por revelações de sua base. Os principais nomes vascaínos, por sua vez, foram poupados por estratégia do técnico Abel Braga, que viu seus planos fracassarem. Tudo isso sob os olhares de Jorge Jesus, que foi ao estádio para assistir ao clássico do camarote.

O confronto não foi marcado por grande qualidade técnica, mas a garotada compensou um certo nervosismo com muita velocidade e vontade. Melhor para o Rubro-Negro, que teve mais capricho para liquidar a fatura. Na próxima rodada, o Fla encara no sábado (25) o Volta Redonda, 18h, no Maracanã. No mesmo dia, o Cruzmaltino pega o Boavista, 19h, em Cariacica (ES).

Quem foi bem: Juninho e Lucas Silva se destacam

Lucas Silva teve atuação de destaque diante do Vasco - Allan Carvalho/AGIF
Lucas Silva teve atuação de destaque diante do Vasco
Imagem: Allan Carvalho/AGIF

Pratas-da-casa, Juninho, do Vasco, e Lucas Silva, do Flamengo, foram os que mais chamaram a atenção no clássico. O volante vascaíno demonstrou bem mais que combate e, com recursos com a bola nos pés, "quebrou as linhas" do rival com jogadas individuais.

Pelo lado do Flamengo, Lucas Silva mostrou oportunismo e aproveitou o cruzamento da esquerda para balançar a rede. O jogador, que havia sido vaiado no último domingo, teve boa movimentação e acabou sendo um dos mais ativos no setor ofensivo.

Quem foi mal: Lucas Santos e Matheus Dantas

Destaque no vice-campeonato da Copinha de 2019, o meia Lucas Santos ainda não deslanchou nos profissionais. Depois de uma passagem sem brilho pelo CSKA, da Rússia, o jovem teve a chance de comandar o Vasco no clássico com o Flamengo, mas não acertou praticamente nada do que tentou e chegou a ouvir algumas vaias no Maracanã.

O zagueiro Matheus Dantas não esteve em uma boa noite. O jogador, que pediu substituição no começo do segundo tempo, voltou a ter algumas falhas que, por pouco, não levaram um prejuízo maior ao time de Maurício Souza.

Fla começa devagar, mas reage e domina

O Flamengo começou o clássico em marcha lenta. O time, principalmente o sistema defensivo, pareceu ter sido surpreendido com a marcação adiantada e a velocidade imposta pelo Vasco. A equipe demonstrava certa dificuldade também na saída de bola.

Após a parada técnica do primeiro tempo, porém, o Rubro-Negro mudou o panorama do clássico e passou a dominar. As jogadas pelo lado esquerdo esquerdo levavam perigo ao adversário. Na etapa final, mesmo com o time adversário buscando mais o gol, o Fla conseguiu manter o ritmo. Yuri César se destacou e conseguiu achar bons espaços.

Vasco cai de rendimento após bom começo

O técnico Abel Braga apostou na garotada e num esquema que variava do 4-2-3-1 para o 4-3-3, dependendo do momento da partida. O time iniciou melhor que o Flamengo, mas caiu muito de rendimento, principalmente, após o gol rubro-negro de Lucas Silva. O treinador vascaíno ainda tentou melhorar dando mais velocidade à equipe, colocando Gabriel Pec, Vinicius e João Pedro nos lugares de Lucas Santos, Marcos Júnior e Juninho, mas o time não evoluiu e ficou desorganizado.

VAR em ação

O Vasco balançou a rede logo aos dois minutos do primeiro tempo, quando Tiago Reis cruzou da esquerda, Dantas cortou mal e a bola sobrou para Ribamar. Com categoria, o atacante deu uma "cavadinha" e encobriu o goleiro, mas o VAR foi acionado e assinalou um impedimento do vascaíno.

Cronologia do jogo

O Vasco iniciou melhor na partida e marcou aos dois minutos, mas a arbitragem apontou posição de impedimento de Ribamar. Até os 20 minutos da etapa inicial, o time de Abel Braga comandou as ações da partida, mas, logo após a parada técnica, o Flamengo conseguiu equilibrar.

Aos 24 minutos, Luiz Henrique carimbou a trave e, dois minutos depois, Lucas Silva, que foi vaiado na partida contra o Macaé, abriu o placar. Após o gol, o time rubro-negro, comandado por Maurício Souza, esteve melhor no jogo e perdeu chances de ampliar. Aos 51, Vitor Gabriel marcou, mas o impedimento foi marcado.

Mister na área

Jorge Jesus acompanhou Flamengo x Vasco - Bruno Braz/UOL
Jorge Jesus acompanhou Flamengo x Vasco
Imagem: Bruno Braz/UOL

De volta das férias, o técnico Jorge Jesus acompanhou de perto a atuação dos jovens do Flamengo diante do Vasco. Em um camarote, o português esteve ao lado de integrantes da comissão técnica e fez suas observações em relação aos garotos. Os titulares rubro-negros retomam os treinos no dia 27 de janeiro.

Torcidas protestam contra seus clubes

Os torcedores de Flamengo e Vasco aproveitaram o clássico para fazerem protestos contra seus respectivos clubes. Os rubro-negros levaram uma faixa que reclama do preço do pacote da temporada: "R$ 2.350? Não tenho nem limite para isso". Já os vascaínos lembraram dos salários atrasados: "Salário em dia. Direito do trabalhador".

VASCO X FLAMENGO

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Hora: 21h (horário de Brasília)
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha
Auxiliares: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Luiz Claudio Regazone
Cartões amarelos: Hugo Moura, Gabriel Baptista, Ramon, Vinícius (FLA); Caio Tenório, Miranda, Juninho (Vasco)
Cartões vermelhos:
Gols: Lucas Silva, aos 26 minutos do primeiro tempo

Vasco
Jordi, Cayo Tenório, Miranda, Ulisses e Alexandre; Andrey, Marcos Júnior (Vinícius), Lucas Santos (Gabriel Pec) e Juninho (João Pedro); Ribamar e Tiago Reis
Técnico: Abel Braga

Flamengo
Gabriel Batista; Matheuzinho, Rafael Santos, Matheus Dantas (Richard Rios) e Ramon; Vinicius Souza, Hugo Moura, Luiz Henrique (Pepê); Vitor Gabriel, Yuri César e Lucas Silva (Wendel)
Técnico: Maurício Souza