Entretenimento

Repórter da Globo é agredido na rua durante reportagem

Repórter da Globo é agredido na rua durante reportagem

O repórter Danilo Cesar, da Globo Recife, foi agredido fisicamente durante a realização de uma reportagem em Cabo de Santo Agostinho, na região metropolitana do Recife, nesta quinta-feira (04). O ataque que sofreu se soma a outros casos recentes de agressões a jornalistas no Brasil.

Segundo Danilo contou, ele foi empurrado por um homem não-identificado. “Fui caindo em direção ao câmera, que me segurou. E o agressor foi embora”, disse. “Atrás dele, um grupo xingava a emissora e gravava a cena”.

O repórter, de 28 anos, é jornalista há cinco anos e ficou muito abalado. “Assim como eu, outros colegas da imprensa se tornaram vítimas desse ódio multiplicado. Institucionalizado. Aonde isso parar? É triste ver isso. É triste viver isso. Mas não vou desistir”, escreveu Danilo em seu perfil no Instagram.

Em abril, o repórter Renato Peters, também da Globo, sofreu uma agressão em São Paulo enquanto fazia uma reportagem ao vivo. Uma mulher arrancou o microfone da mão do profissional e gritou palavras contra a emissora. Em maio, o repórter cinematográfico Robson Panzera, da TV Integração, afiliada da Rede Globo em Minas Gerais, foi agredido por um comerciante enquanto trabalhava, em Barbacena.

É a primeira vez que a emissora é alvo de um ato deste tipo no Recife. “Condenamos este tipo de prática”, disse a Globo.