Entretenimento

Escola de Samba campeã do Rio se baseou em tese de doutorado de professora da UFPB

Escola de Samba campeã do Rio se baseou em tese de doutorado de professora da UFPB

A escola de samba campeã do carnaval do Rio de Janeiro, Viradouro, teve a ajuda de uma musicista da Paraíba para construir o desfile vencedor. A Viradouro levou para a Avenida a história das Ganhadeiras de Itapuã, grupo de mulheres negras da Bahia que mantém tradições da cultura popular, principalmente o samba.

Acontece que as Ganhadeiras de Itapuã foram tema do doutorado da musicista paulista, radicada na Paraíba, Harue Tanaka, que é professora da Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

A direção da Viradouro esteve em Salvador, na Bahia, e levou a tese da professora, orientada por Alda Oliveira, da Universidade Federal da Bahia (UFBA) para ler e servir de suporte na montagem do desfile.

Além de auxiliar indiretamente na montagem do desfile, Harue Tanaka também caiu no samba e desfilou pela escola no último domingo (23).