Entretenimento

Dois anos após ser demitido pela Globo, William Waack poderá tornar-se o principal apresentador de novo canal

Dois anos após ser demitido pela Globo, William Waack poderá tornar-se o principal apresentador de novo canal

Cerca de dois anos após sua demissão da Globo, quando fez um comentário considerado racista, William Waack pode dar a volta por cima se tornando o principal âncora de um novo canal de notícias. O jornalista veterano já foi especulado em várias emissoras desde a sua saída da Globo, mas decidiu abrir um canal no YouTube até receber uma proposta concreta e bastante vantajosa, que parece ter finalmente aparecido.

De acordo com o site da jornalista Cristina Padiglione, William Waack será âncora do principal telejornal diário e no horário nobre da CNN Brasil, nova filial da CNN, maior rede de notícias do mundo, e que deve entrar no ar ainda este ano. A CNN não confirma a contratação do jornalista, mas ele é nome praticamente certo no canal.

Além de comandar o telejornal que trará as principais notícias do Brasil e do mundo, William Waack poderá aparecer na TV americana, interagindo com apresentadores e repórteres da CNN nos Estados Unidos, uma vez que a rede planeja lançar sua filial no Brasil para também transmitir notícias do país para o restante do mundo.

Vale dizer que William Waack tem mais de dez anos de experiência como correspondente internacional, chegando a fazer cobertura de conflitos e guerras no Oriente Médio. O jornalista ainda possui amplo conhecimento sobre política e economia, e passou 21 anos na Globo, sendo 12 deles como âncora do Jornal da Globo. Desde a sua saída da Globo, William Waack desligou sua imagem da televisão e passou a se dedicar a um canal no YouTube. Durante uma participação no Mariana Godoy Entrevista, da RedeTV!, ele falou sobre a nova fase da vida.

“Do ponto de vista profissional, tenho quase meio século de jornalismo, isso me ajudou tremendamente. Me livrei de um peso, como diz aquele surradíssimo ditado popular, ouvi tanta gente que acabei acreditando: ‘Há males que vem para o bem’”, disse William Waack. E acabou se defendendo das acusações de racista.

Fonte: O TV Foco

Créditos: Renan Santos