Entretenimento

Débora Nascimento reflete sobre laços afetivos: 'Bordam a nossa existência'

Débora Nascimento reflete sobre laços afetivos: 'Bordam a nossa existência'

BBV8283 - Débora Nascimento reflete sobre laços afetivos: 'Bordam a nossa existência'

Débora Nascimento compartilhou uma mensagem com os seus seguidores na manhã deste sábado (23). Na ferramenta stories do Instagram, a artista repostou uma frase com a arte de Bruna Vettori. Após publicar uma canção falando sobre superação, o trecho fala sobre conexões e laços afetivos do passado, presente e futuro: “Estamos conectados em fios invisíveis. Um emaranhado de laços e nós, que costuram uma história na outra, e juntos bordam a teia da nossa existência”. Passando por um momento de análise interna, depois de enfrentar polêmicas por causa de sua separação com José Loreto, a artista ainda reforçou a publicação ao escrever “nossa existência” em letras maiúsculas.

Ainda nesta semana, a atriz compartilhou em suas redes sociais uma música que fala sobre levantar a cabeça e seguir em frente. Após José Loreto cantar um poema que marcou seu casamento com Débora, a artista compartilhou a canção “You Gotta Be”, da Des’ree, fala sobre superação. “Preste atenção enquanto seu dia se revela / Desafie o que o futuro te reserva / Tente manter a sua cabeça erguida para o céu / Amores, podem te causar lágrimas / Vá em frente e liberte os seus medos / Fique em pé e se sinta importante / Não fique envergonhada por chorar”, afirma a letra em tradução livre. A melodia ainda fala sobre continuar sendo forte e má para passar por esse momento.

A artista se manteve quieta durante grande parte da polêmica envolvendo o seu término. No entanto, em um texto de desabafo, ela afirmou que não queria falar sobre isso para não atingir outras pessoas. “Nenhuma mulher merece se sentir oprimida. Diante de tantos ataques e injúrias oportunistas que venho sofrendo, meu silêncio agora me oprime, mas a verdade há de me libertar. Vamos falar de verdade? A verdade costumar ter três lados: o da pessoa que conta a sua versão, a versão do outro e finalmente o fato propriamente dito. Mas hoje temos o universo paralelo da internet e das redes sociais cheios de robôs e comentaristas da vida alheia que julgam a partir de um sistema de manipulação de imagem e narrativa. Nesse mundo virtual versões construídas crescem exponencialmente e ganham contornos maiores do que a vida real e assim é criada uma hipócrita, oportunista e artificial quarta verdade. Eu, Débora, faço questão de viver e valorizar a vida real, de acordo com meus princípios, prezando pelo bom senso e respeitando quem eu sou genuinamente: uma mulher de 33 anos, que trabalha muito, mãe de uma menina de 10 meses”, escreveu.

Fonte: MSN

Créditos: MSN