Entretenimento

BACURAU: Filme com atores paraibanos é selecionado para concorrer à Palma de Ouro no Festival de Cannes

BACURAU: Filme com atores paraibanos é selecionado para concorrer à Palma de Ouro no Festival de Cannes

‘Bacurau’, de Kléber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, com vários atores da Paraíba no elenco (Suzy Lopes, Thardelly Lima, Buda Lira, Ingrid Trigueiro, Jamila Costa, Danny Barbosa) é o 21º filme brasileiro ou dirigido por brasileiros a ser selecionado para concorrer à Palma de Ouro, do Festival de Cannes.

23º, se contarmos mais dois selecionados para a competição principal antes da Palma de Ouro ser instituída, em 1955 (e seriam 24 se ainda déssemos aquela forçadinha pra incluir ‘Orfeu Negro’, rodado no Rio, com base no musical de Tom e Vinícius).

Vejam a lista desses selecionados. O único que venceu a Palma foi ‘O Pagador de Promessas’. ‘Eu Sei que Vou te Amar’ e ‘Linha de Passe’ tiveram premiadas as suas atrizes (Fernanda Torres e Sandra Corveloni, respectivamente). ‘O Dragão da Maldade contra o Santo Guerreiro’ ganhou o prêmio de melhor direção.

GRANDE PRÊMIO DO FESTIVAL 1952 — Tico-Tico no Fubá, de Adolfo Celi 1953 — O Cangaceiro, de Lima Barreto

PALMA DE OURO 1962 — O Pagador de Promessas, de Anselmo Duarte 1964 — Deus e o Diabo na Terra do Sol, de Glauber Rocha — Vidas Secas, de Nelson Pereira dos Santos 1965 — Noite Vazia, de Walter Hugo Khouri 1967 — Terra em Transe, de Glauber Rocha 1969 — O Dragão da Maldade contra o Santo Guerreiro, de Glauber Rocha 1970 — Azyllo Muito Louco, de Nélson Pereira dos Santos — O Palácio dos Anjos, de Walter Hugo Khouri 1980 — Bye Bye Brasil, de Carlos Diegues 1983 — Erêndira, de Ruy Guerra 1984 — Quilombo, de Carlos Diegues 1985 — O Beijo da Mulher-Aranha, de Hector Babenco 1986 — Eu Sei que Vou te Amar, de Arnaldo Jabor 1989 — Kuarup, de Ruy Guerra 2003 — Carandiru, de Hector Babenco 2004 — Diários de Motocicleta, de Walter Salles 2008 — Ensaio sobre a Cegueira, de Fernando Meirelles — Linha de Passe, de Walter Salles e Daniela Thomas 2012 — Na Estrada, de Walter Salles 2016 — Aquarius, de Kléber Mendonça Filho 2019 — Bacurau, de Kléber Mendonça Filho e Juliano Dornelles

Fonte: Polêmica Paraíba

Créditos: Polêmica Paraíba