Educação

Redação do Enem tratará da manipulação do usuário da internet

Redação do Enem tratará da manipulação do usuário da internet

Estudantes aguardam para fazer a primeira prova do ENEM 2018 na UNIP Barra Funda, em São Paulo - 04/11/2018 (Marcelo Gonçalves/Sigmapress/Folhapress)

Meia hora depois de os portões serem fechados, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou o tema da prova de redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2018: “Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na Internet”.

A redação é sempre uma das provas mais difíceis do Enem porque, além da verificação do domínio de uso escrito da língua portuguesa, são avaliados também o raciocínio e a capacidade de argumentação do estudante. Opiniões políticas e ideológicas nem sempre são bem-vindos na construção do texto, exceto se tiverem uma sustentação conceitual bastante sólida.

Nos últimos anos, o Enem deixou de lado os temas com possibilidade de resultar em expressões político-ideológicas e preferiu questões desafiadoras para a sociedade atual. No ano passado, o tema escolhido foi “Desafios para a formacão educiacional de surdos no Brasil”. Foram incluídos quatro textos para apoiar os estudantes: dados sobre alunos surdos no Brasil, um trecho da Constituição sobre o ensino universal , a adocão da língua de sinais como o segundo idioma do país e dados do Ministério Público do Trabalho sobre a exclusão dos surdos.

Em 2016, o tema proposto foi “Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil” e, no ano anterior, “A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira”.

Os  locais de prova do primeiro dia do Enem foram abertos às 12h deste domingo. Os estudantes puderam ingressar nas salas até as 13h (horário de Brasília), quando começaram a ser aplicados os procedimentos de segurança. As provas começaram  às 13h30. Os estudantes terão um período de 5h30 para realizar as provas de linguagem, ciências humanas e redação.

A adoção do horário de verão neste domingo causou preocupação nos organizadores sobre a perda da prova por estudantes atrasados. Houve reiterados apelos do INEP para a maior atenção com o horário. Os estados do Norte e do Nordeste terão horários diferentes de abertura e fechamento dos portões porque não estarão sujeitos ao horário de verão.