Educação

Médicos creem que coronavírus já estava na França em dezembro

Médicos creem que coronavírus já estava na França em dezembro

Médicos da França acreditam que o novo coronavírus já estava circulando no país no final de dezembro, após ter sido diagnosticado posteriormente um paciente internado em um hospital na região de Paris, no dia 27 de dezembro de 2019.

O chefe da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) dos hospitais Avicenne de Bobigny e Jean Verdier de Bondy, Yves Cohen, explicou em declarações divulgadas nesta segunda-feira (4) pela emissora de rádio "France Info", que o caso foi descoberto com um estudo retrospectivo dos testes de PCR realizados em 24 pacientes internados em dezembro e janeiro com pneumonia.

As amostras de PCR foram coletadas de um homem internado no Jean Verdier e agora foram testadas novamente e deram resultado positivo para covid-19.

O homem, que não tinha feito nenhuma viagem para sugerisse ter contraído o vírus no exterior, ficou doente por 15 dias e infectou seus dois filhos, mas não sua esposa.

Isso faz suspeitar que a mulher, sendo assintomática, possa estar na origem do contágio na família. Particularmente considerando que ele trabalha na peixaria de um supermercado com uma clientela de origem chinesa.

As descobertas dos médicos deverão ser publicadas em um artigo de uma revista especializada na próxima semana.

A Agência Regional de Saúde da Ilha de França analisará essas hipóteses, que parecem confirmar a tese de que o novo coronavírus estava na França antes dos primeiros casos oficialmente registrados, com data do dia 24 de janeiro.